Corregedoria Geral do Acre recebe visita de integrantes da Justiça Federal

Encontro ocorrido na terça-feira, 21, teve objetivo de aproximar as instituições e apresentar as boas práticas do Judiciário do Acre, tais como a gestão tecnológica e a instalação da Central de Processamento Eletrônico (Cepre)

Estabelecer canal de diálogo e aproximar as instituições para o compartilhamento de experiências e boas práticas. Esse é um dos principais frutos das visitas institucionais. Nesse sentido, a Corregedoria Geral da Justiça do Acre (Coger) recebeu integrantes da Justiça Federal, na terça-feira, 21.

O corregedor-geral da Justiça estadual, desembargador Elcio Mendes, recepcionou a desembargadora federal Mônica Sifuentes, que é responsável pela corregedoria do Tribunal Federal da Primeira Região (TRF1), junto com os juízes federais, José Alexandre, auxiliar da magistrada, e José Geraldo, diretor do Foro da seção judiciária do Acre.

As autoridades do Judiciário conheceram as instalações da Justiça acreana e observaram a atuação da Coger na gestão tecnológica dos trabalhos. A Corregedoria estadual avança nos serviços de monitoração e fiscalização com iniciativas, desenvolvidas pela equipe do órgão, empregando recursos das Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs).

Durante o encontro, o corregedor-geral discorreu sobre a implantação da inteligência de negócios para monitoração das atividades internas e aperfeiçoamento nas fiscalizações dos serviços judiciais. Estão sendo instalados painéis que possibilitarão a visualização e ampliarão a publicidade dos dados de produtividade, estatísticas processuais, gestão de documentos e outros, permitindo a fiscalização contínua e integral em todas as unidades da Justiça acreana.

Além disso, o magistrado falou sobre a Central de Processamento Eletrônico (Cepre), que adaptará o fluxo de trabalho das secretarias judiciárias no âmbito do 1º Grau da Justiça, garantindo mais agilidade, ao centralizar essas demandas para serem realizadas em um modelo de linha de produção.

A desembargadora Mônica elogiou a infraestrutura do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC), agradeceu a recepção e destacou a importância dessa aproximação entre as instituições, para o aprimoramento dos serviços prestados a sociedade.

Emanuelly Falqueto | Comunicação TJAC