TJAC homenageia policiais judiciais e militares

Todos receberam uma singela homenagem na forma de certificado em reconhecimento pelos bons préstimos de serviço durante o tempo que passaram no TJAC

A presidente do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC), desembargadora Waldirene Cordeiro, homenageou nesta quinta-feira, 9, policiais judiciais e militares, respectivamente, que se aposentaram e entraram para a reserva. A solenidade ocorreu na Escola do Poder Judiciário (Esjud).

Todos eles destinaram um tempo significativo de suas vidas ao Tribunal de Justiça acreano. Prontamente, a presidente do TJAC aquiesceu a ideia de demonstrar gratidão e homenageá-los com um certificado pelos bons préstimos de serviço durante o tempo que passaram no TJAC.

Do quadro de efetivos da Assessoria Militar (Asmil), serão dezesseis homenageados, sendo três policiais judiciais e treze militares, tanto da capital, como do interior. Contudo, presencialmente apenas oito receberam o certificado, os demais receberão em momento oportuno.

O militar Francisco de Assis Santos, ou simplesmente capitão F. Santos, trabalhou na segurança da então presidência do desembargador Gercino José da Silva filho, biênio 1997-1999, após isso ficou alguns anos fora, fez curso de oficial, e retornou há aproximadamente dez anos para a segurança da desembargadora Eva Evangelista. Mesmo com a aposentadoria, a pedido da decana da Corte, foi reconvocado para continuidade dos serviços.

Para ele, a homenagem tem grande significado. Segundo Santos, “é, foi e sempre será uma honra muito grande poder trabalhar, ajudar e servir ao Tribunal de Justiça”, afirma. A entrega do certificado é um ato simbólico, mas sua relevância traduz o congratulação da dedicação árdua desses profissionais. “Tenho certeza que não só pra mim, mas para todos os meus irmãos de farda que já foram embora, esse reconhecimento do serviço prestado, do que fez, por onde passou, isso gratifica muito pra cada um nós. Nesse momento, ser lembrado e ser agradecido é maravilhoso”, disse emocionado.

A chefe do Poder Judiciário fez questão de estar presente e reconheceu o serviço prestado por cada um e estendeu aos familiares. “É um agradecimento e gratidão do Poder Judiciário pelo trabalho que esses honrosos senhores prestaram. É um momento significativo, depois de tantos anos de labuta. Um trabalho que não é fácil. Esses senhores estão saindo, mas fazem parte da família judiciária do Estado do Acre e temos que agradecer também aos familiares que apoiaram. O certificado é um pedaço de papel, mas externa a gratidão do Poder Judiciário a vocês pelo cuidado com as nossas sedes e com as pessoas”, reiterou a presidente do TJAC .

O assessor-chefe militar, Capitão Miguel Aguiar reforçou as palavras de agradecimento. “Quero agradecer muito a cada um dos homenageados, todos os que estão e os que passaram, a colaboração de cada um é imprescindível. De coração, quero deixar meus registro de gratidão. Sabemos que ser desligado de uma instituição que se trabalhou tanto tempo, é difícil não sentir carinho por essa instituição. Então, esse ato significa o carinho da gestão com esses senhores. Então, a palavra é gratidão”, finalizou.

Ao final da solenidade, foi servido um lanche e um bolo temático, além de muita conversa e histórias foram contadas em tom de saudade. 

Elisson Nogueira Magalhaes | Comunicação TJAC