TJAC nomeia membros da Comissão de Prevenção e Enfrentamento ao Assédio Moral e Sexual

O objetivo é garantir que o Poder Judiciário tenha um ambiente de trabalho digno, saudável, seguro e sustentável

Neste ano de 2021, o combate ao assédio moral e sexual se tornou uma política institucional do Tribunal de Justiça do Acre. A medida está em consonância com a Resolução n° 351, de 28 de outubro de 2020, do Conselho Nacional de Justiça, que propõe o aprimoramento da gestão de pessoas nos tribunais brasileiros, por meio da melhoria do ambiente organizacional.

Para tanto, a desembargadora-presidente do TJAC, Waldirene Cordeiro, tornou pública as Portarias n° 1.039 e 1.040, nomeando os membros que irão integrar a comissão:

  • Desembargador Roberto Barros, presidirá a Comissão;
  • Vacilda Bezerra Amorim, Técnico Judiciário, indicada pela Presidência;
  • Ronaleudo da Silva Santos, Técnico Judiciário, servidor indicado pela Presidente da Comissão Permanente de Acessibilidade e Inclusão (Resolução CNJ n. 230/2016);
  • Juíza de Direito Rosinete, indicada pela Associação dos Magistrados do Acre;
  • Desembargador Júnior Alberto, magistrado eleito, em votação direta, entre os magistrados membros do tribunal, a partir de lista de inscrição;
  • Isaac Ronaltti, servidor indicado pelo Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário;
  • Marineide Pereira, Técnico Judiciário, servidora eleita, em votação direta, entre os servidores efetivos do quadro, a partir da lista de inscrição;
  • Juliana de Oliveira, convidada indicada pela Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Acre;
  • Defensora Pública Fenísia Araújo, convidada indicada pela Defensoria Pública do Estado do Acre;
  • Procuradora de Justiça Patrícia Amorim, convidada indicada pelo Ministério Público do Estado do Acre;
  • Juiz de Direito Danniel Bomfim, titular da 1ª Vara Criminal da Comarca de Rio Branco, indicado pela Direção do Foro;
  • Raphaela Novaes, oficiala de Justiça, servidora indicada pela Direção do Foro;
  • Juiz de Direito Alesson Braz, magistrado da capital eleito, em votação direta, entre os magistrados da respectiva jurisdição, a partir de lista de inscrição;
  • Juíza de Direito Adimaura Souza, magistrada do interior eleita, em votação direta, entre os magistrados da respectiva jurisdição, a partir de lista de inscrição;
  • James Cley, servidor eleito, em votação direta, entre os servidores do quadro, lotados na capital, a partir da lista de inscrição;
  • Ana Maria Correa, servidora eleita, em votação direta, entre os servidores do quadro, lotados no interior, a partir da lista de inscrição;
  • Victoria Carolina de Lima Cavalcante, estagiária;
  • Stefanny Monteiro, estagiária;
  • Maria Luiza dos Santos, colaboradora terceirizada;
  • Ana Paula Souza, colaboradora terceirizada.

 

Assessoria | Comunicação TJAC