Projeto Colo de Amor realiza ação solidária no Educandário Santa Margarida

Mais do que brincar, o projeto colabora no apoio emocional e desenvolvimento das crianças que estão em situação de vulnerabilidade

Nesta sexta-feira, dia 7, o Tribunal de Justiça do Acre (TJAC) comemorou o Dia das Mães no Educandário Santa Margarida. Como é tradição do Projeto Colo de Amor, foi realizada atividade com as crianças que estão longe do convívio familiar durante datas comemorativas.

A programação foi recheada de sorrisos e muita diversão. Fizeram parte disso a desembargadora-presidente do TJAC Waldirene Cordeiro, a juíza-auxiliar da presidência Andrea Brito e mais dois artistas, que levaram dinâmicas e recreação para as crianças em isolamento. Também foi feita a distribuição de doces.

A presidente do TJAC explicou que devido à pandemia foi necessário adaptar o perfil da iniciativa da Coordenadoria da Infância e Juventude (CIJ), pois geralmente mais voluntários participam das agendas nas casas de acolhimento, doando sua atenção e carinho, mas nessa edição a prioridade continua sendo seguir os protocolos estabelecidos para a garantia da saúde.

“Nós, mães, que também somos voluntárias do projeto Colo de Amor, temos muita satisfação em proporcionar esse momento de atenção e carinho a essas crianças. E como não podemos fazer isso neste dia das mães, devido à pandemia, a CIJ manteve a iniciativa, com o apoio da presidente, a desembargadora Waldirene Cordeira e da juíza Andréa Brito, com esse gesto que possibilitou uma atividade recreativa levando alegria e um pouco de conforto para o abrigo”, ressaltou a desembargadora Regina Ferrari, coordenadora da Infância e Juventude.

As brincadeiras de roda, bambolê e danças entreteram o grupo e e esquentou essa manhã de friagem acreana, já que os pequenos gastaram um pouco da sua energia. O lazer é um dos direitos fundamentais e os exercícios lúdicos colaboram para o desenvolvimento infantil, principalmente da cognição, afetividade e relações sociais.

Assessoria | Comunicação TJAC