Minuta do Planejamento Estratégico é concluída e submetida à Presidência do TJAC

Documento foi elaborado a partir das contribuições do público interno, de instituições que compõem o Sistema de Justiça estadual e da sociedade civil

Você já parou para pensar como e aonde você gostaria de estar daqui a seis anos? Refletir e traçar perspectivas para o futuro com finalidade de melhorar os serviços prestados também é função das instituições. Então, buscando responder essa pergunta, que se desdobra em diretrizes, metas e objetivos, o Tribunal de Justiça do Acre (TJAC) avançou em mais uma etapa na elaboração do seu Planejamento Estratégico 2021-2026, entregando a minuta do plano para apreciação da presidência do TJAC. 

A entrega do documento conclui mais uma fase da elaboração documento, seguindo o estabelecido na Recomendação n° 325 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Inicialmente foi montada uma equipe com servidores capacitados na área para formularem o planejamento. Ao longo do processo de elaboração da minuta foram realizadas reuniões com segmentos internos do Judiciário acreano, com: juízes e juízas de Direito; gerentes; representantes dos sindicatos relacionados à atuação da Justiça estadual; e secretários da direção dos Foros das Comarcas.

Além disso, instituições públicas, operadores do Direito e sociedade civil também foram consultadas, podendo opinar e contribuir com o Planejamento Estratégico do TJAC. Durante essas reuniões, realizados de maneira virtual, como medida de proteção à saúde, a desembargadora-presidente, Waldirene Cordeiro, destacou a importância dessa colaboração para atender as demandas sociais quanto ao papel e função do Judiciário na sociedade.

“Como todos sabem, o Judiciário exerce um papel fundamental e é catalizador de um estado promotor de cidadania e regulador de direito. Por essa perspectiva, há ainda a recomendação do CNJ para que todos os tribunais possam fazer e produzir o seu planejamento estratégico para os próximos seis anos, tudo dentro das diretrizes do conselho”, comentou a presidente em reunião realizada no dia 20 de Abril, com diversos órgãos que integram o Sistema de Justiça do Acre.

A partir de agora a minuta do Planejamento Estratégico 2021-2026 será analisada e a presidência enviará para o Comitê Gestor, após será feita a sistematização final que também deverá ser aprovada pelo mesmo Comitê, depois será aprovada pela administração do TJAC e divulgada. Concluídas essas fases, o documento é encaminhado ao CNJ, passa-se para o momento de abertura do processo de revisão dos planos operativos/operacionais com cada setor e, por fim, o planejamento é executado com a realização de monitoramento e avaliações periódicas. 

Assessoria | Comunicação TJAC