A arte de Maqueson Pereira no Palácio da Justiça

Presidente do Tribunal de Justiça do Acre, desembargador Francisco Djalma, recebe novo painel de marchetaria do artista cruzeirense

Pelas mãos do artista plástico Maqueson Pereira a Amazônia já foi apresentada em diversos painéis de marchetaria em exposições no Brasil e outros países. No Acre suas obras são expostas com orgulho, pelo talento do cruzeirense que é dos grandes nomes que domina a técnica utilizando a madeira.

O Palácio da Justiça acaba de ganhar um novo painel do artista entregue no final da tarde de quinta-feira, 4, ao presidente do Tribunal de Justiça do Acre, desembargador Francisco Djalma. A entrega contou também com a presença do vice-presidente da Academia Acreana de Letras, Renã Corrêa Pontes, que homenageou Maqueson com uma poesia.

São mais de 7 metros de largura e mais de 3 metros de cumprimento de uma tela que encanta pela riqueza de detalhes e tons extraídos da própria natureza. E é ela, a natureza, que compõe o cenário ao redor da imponente Thêmis, a deusa da Justiça, com seus olhos vendados, carregando em suas mãos a espada e a balança.

Durante sua gestão o desembargador Francisco Djalma deu ao artista o desafio de entregar um novo painel substituindo o anterior que havia no Palácio, também de sua autoria. Maqueson disse que não foi uma tarefa fácil, afinal, foram noites em claro para conquistar a superação. “Eu queria conquistar o que ainda não havia conquistado em uma obra, e não se trata de vaidade, mas para sonhar em me superar e conseguir realizar”, comentou.

Ele fez questão de agradecer o desembargador pela oportunidade. “Quero muito agradecer essa oportunidade ao presidente, desembargador Francisco Djalma. Fico feliz de poder ter concluído a obra ainda em sua gestão”, comentou. O artista conta que essa é uma de suas maiores obras em tamanho, e também considera um dos seus trabalhos mais desafiadores.

O presidente Francisco Djalma não escondeu a admiração que tem pelo trabalho do artista e ressaltou que essa obra, que é um presente para a sociedade acreana, sem dúvida é um dos maiores legados de sua gestão.

“É uma expressão da cultura acreana, que tem um grande artista com um potencial enorme. É uma honraria para o estado do Acre ter um artista como o Maqueson.  Essa é uma obra que se torna uma referência para o Poder Judiciário do Acre”, disse o desembargador.

A obra de Maqueson, que traz elementos da floresta amazônica em uma infinidade de detalhes, será aberta para visitação ao público quando possível. O Palácio da Justiça está fechado para visitação seguindo as normas de segurança devido a pandemia da Covid-19.

Postado em: Galeria, Notícias | Tags:, , ,

Fonte: GECOM Atualizado em 05/02/2021