Termo de Cooperação garante capacitação técnica e profissionalizante aos reeducandos

Vara de Execução Penal tem trabalhado para que a pena atenda o meio ressocializador.

Um Termo de Cooperação para implantação do Núcleo de Capacitação Profissional em Tecnologias e Usinagem em Madeira, para capacitação técnica e profissionalizante aos reeducandos, foi assinado nessa quarta-feira, 10. O núcleo é destinado aos reeducandos dos regimes semiaberto, aberto e monitorados, e funcionará no antigo Polo Moveleiro Estado do Acre.

Assinado por representantes do Poder Judiciário do Acre, Governo do Estado do Acre, por meio do Instituto de Administração Penitenciária (Iapen) e da Secretaria de Estado de Indstria, Ciência e Tecnologia (Seict), a parceira gera grandes benefícios sociais e pretende transformar a vida dos apenados por meio da profissionalização.

“Nós precisamos colocar o apenado em cursos profissionalizantes para, que, ao sair do sistema, ele possa de alguma forma voltar ao mercado de trabalho e produzir algo”, disse a juíza de Direito titular da Vara de Execuções Penais, Luana Campos.

Ela ressalta ainda que a Vara de Execuções Penais tem trabalhado para que a pena atenda o meio ressocializador e, dentro desse caráter ressocializador, a questão do trabalho e qualificação do preso.

“Com o Termo de Cooperação, a Vara de Execuções Penais está contribuindo para esse processo evitando reincidência e prática de novos crimes”, ressaltou.

O espaço também será utilizado pela equipe do Núcleo de Apoio ao Servidor Penitenciário (Nasp), setor responsável pelo acompanhamento biopsicossocial dos servidores do Iapen.

O presidente do Iapen, Lucas Gomes enfatizou que o espaço também servirá para aperfeiçoar ainda mais o atendimento aos servidores do instituto e o secretário de Indústria, Ciência e Tecnologia, Anderson Lima, destacou sobre a transformação do local para um ambiente de negócios.

 

Postado em: Galeria, Notícias | Tags:, ,

Fonte: Atualizado em 11/04/2019