Tribunal de Justiça do Estado do Acre e Esjud abrem a I Jornada de Estudos 2019

Desembargador-presidente do TJAC, Francisco Djalma, destaca a representatividade da iniciativa para o Judiciário Acreano.

O Tribunal de Justiça do Estado do Acre (TJAC) e a Escola do Poder Judiciário (Esjud) deram início, nesta quarta-feira, 8, à I Jornada de Estudos 2019, com o tema “Gestão Estratégica e Formação de Lideranças.”, cujo conteúdo programático aborda  assuntos como “O papel do líder e a força-motriz das equipes” e “O papel do líder-coach no desenvolvimento dos potencias da equipe”.

A solenidade de abertura, que foi conduzida pelo presidente do TJAC, desembargador Francisco Djalma, e pelo diretor da Esjud, desembargador Francisco Barros, também contou com as presenças da Decana da Corte de Justiça Acreana, desembargadora Eva Evangelista, dos desembargadores Samoel Evangelista, Waldirene Cordeiro, Laudivon Nogueira e Luís Camolez. O dispositivo de honra foi completado pela juíza de Direito Zenice Mota, coordenadora científica da atividade de ensino.

Aos presentes, o desembargador Francisco Djalma destacou a representatividade da iniciativa para o Judiciário Acreano, enfatizando a importância do tema. “Este é um momento muito importante e estamos bastante orgulhosos da presença de vocês. Nesse sentido, temos que buscar alternativas e soluções para enfrentar nossas demandas”, afirmou.

“É preciso debater e tratar a questão administrativa como algo fundamental e realizar uma redefinição da estratégia que temos utilizado, para que possamos ampliar os horizontes de nossa Instituição, maximizando os resultados do nosso trabalho”, asseverou o desembargador Roberto Barros, que, na oportunidade, citou avanços consideráveis obtidos nas gestões do Tribunal ao longo dos anos.

O vice-presidente da Corte, desembargador Laudivon Nogueira descortinou uma retrospectiva sobre a história do Poder Judiciário Estadual, a partir da evolução administrativa e da gestão estratégica. Ao citar como exemplo um avião, no qual é imprescindível que a tripulação planeje o voo e conheça bem não somente a aeronave, mas o destino. O desembargador assinalou que “é preciso saber onde estamos e o que já percorremos até aqui, para saber aonde se pode ou se deve chegar”.

O magistrado citou os dois planejamentos estratégicos elaborados pelo Tribunal a partir de 2010, a informatização e os investimentos tecnológicos, iniciados em 1995, os processos de trabalho, a reforma administrativa implementada por meio de trabalho concebido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV); a estrutura organizacional e os desafios da Instituição para os tempos atuais e futuros. “Temos de construir um novo Planejamento Estratégico em 2020, implementar os manuais de procedimentos, aperfeiçoar nossos processos internos e investir em tecnologia, para fazermos mais com menos, termos mais agilidade, qualidade e eficiência”, considerou.

Mais abordagens

O primeiro dia da Jornada de Estudos contou com a presença de magistrados (da Capital e do interior do Acre), diretores e gerentes administrativos do Tribunal e de diretores de Secretaria da Comarca de Rio Branco.

Outros temas foram abordados, como as Metas Nacionais de Desempenho e Justiça em Números. Selos do Conselho Nacional de Justiça (CNJ); o Planejamento Estratégico. Desafios e oportunidades presentes e futuros (com o desembargador Roberto Barros); além de uma Reunião com a Corregedoria-Geral da Justiça (Coger), que tem à frente o desembargador Júnior Alberto.

Ainda no primeiro dia da jornada, o diretor de Gestão Estratégica do TJAC, Euclides Bastos, apresentou as ações da atual Gestão (Biênio 2019-2021) do Tribunal que estão em execução, detalhando os feitos de cada área da Administração.

A programação segue a partir das 8h30min desta quinta-feira, 9, com o Curso “Liderança de Equipes de Alto Desempenho: Como transformar potenciais em resultados para a organização e superar desafios”, que tem carga horária de 16 horas-aula.

Postado em: Galeria, Notícias | Tags:, , ,

Fonte: Diretor da DIINS Atualizado em 09/05/2019