TJAC recebe Acreprevidencia e Banco do Brasil para tratar sobre previdência complementar

Esse tipo de previdência permite acumular reservas para acrescentar na aposentadoria e a adesão ao serviço é complementar

A presidência do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC) recebeu nesta terça-feira, 16, representantes do Acreprevidencia e do Banco do Brasil. O objetivo da reunião era esclarecer como funcionará a previdência completar no Estado do Acre.

A previdência complementar permite que os trabalhadores e trabalhadoras possam acumular reservas e posteriormente usufruir de uma complementação na sua aposentadoria. Esse é um serviço adicional e a adesão ao Regime de Previdência Complementar (RPC) é facultativa e desvinculada da previdência pública.

Participaram do encontro a desembargadora-presidente do TJAC, Waldirene Cordeiro, o juiz-auxiliar Leandro Leri Gross, diretoras da gestão administrativa da Justiça, além do presidente do Acreprevidencia Francisco Alves de Assis e o representante do Banco do Brasil Celso Júnior.

Emanuelly Silva Falqueto | Comunicação TJAC