Presidente do TJAC recebe Medalha da Ordem do Mérito Judiciário do Tribunal de Justiça do Pará

Desembargadora Waldirene Cordeiro foi homenageada pela presidente do TJPA, desembargadora Célia Regina, na Ordem Grã-Cruz

A presidente do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC), desembargadora Waldirene Cordeiro, recebeu na manhã desta terça-feira a Medalha da Ordem do Mérito Judiciário, na Ordem Grã-Cruz, do Tribunal de Justiça do Pará (TJPA).

A homenagem havia sido concedida em 9 de dezembro de 2021, por videoconferência. Com a presença da presidente do tribunal acreano no Inova Norte, evento realizado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) na cidade de Belém, a presidente da Corte de Justiça do Pará, desembargadora Célia Regina, realizou a entrega presencial da Medalha da Ordem do Mérito Judiciário.

Instituída pela Resolução nº. 008/2005, de 01 de junho de 2005, a insígnia é outorgada por decisão unânime dos membros do Conselho da Ordem do Mérito Judiciário Paraense em quatro graus que compõem a Ordem: Grã-Cruz, Grande Oficial, Comendador, Oficial e Cavaleiro. Na ocasião, a desembargadora-presidente do TJAC foi agraciada com a honraria no grau de Grã-Cruz, que é o grau máximo.

“Tive a honra de aqui estar nessa cidade tão querida, fazendo mestrado e meu consorte estava à frente do Banco da Amazônia. Foi uma honra sem medida estar aqui no Estado do Pará. Para mim é de extrema felicidade, é uma honraria muito grande. Primeiro porque estou em casa. Aqui eu tenho fortalecido muitos amigos e amigas que construíram a minha história enquanto desembargadora do Tribunal de Justiça do Acre. Eu sou muito grata a cidade de Belém, as pessoas de Belém que me acolheram aqui com muito carinho, muito amor e dedicação. Eu estou extremamente grata ao Tribunal de Justiça do Pará que referendaram a indicação do meu nome para essa homenagem. Estou até sem palavras. Muito obrigada por todo esse apoio que sempre recebi”, falou a desembargadora Waldirene Cordeiro.

Na escolha dos homenageados, de acordo com a Resolução nº. 008/2005, são considerados “os inestimáveis serviços prestados ao povo e ao Estado do Pará por aqueles que, numa labuta profissional incessante na busca do desenvolvimento neste Estado, de forma desprendida de qualquer interesse pessoal, competência técnica e postura ética, enobrecem e servem de exemplo a todos”.

Ainda conforme a Resolução nº. 008/2005, a condecoração atende ao dever do Poder Judiciário de “tornar público seu reconhecimento àqueles que muitas vezes com sacrifício pessoal, merecem a gratidão e admiração do povo e do Judiciário paraense, pelo empenho em favor das causas públicas”.

Já a desembargadora Céloa Regina de Lima Pineiro, presidente do TJPA, discorreu sobre a trajetória de vida e a amizade que nutre pela magistrada acreana.

“Hoje com alegria recebemos vossa excelência e lhe outorgamos a medalha da Ordem do Mérito Judiciário do Pará no Grau Grã-Cruz. À frente do Judiciário do Acre sua gestão vem se notabilizando pelo incentivo à valorização do quadro funcional, melhorias nos processos de governança e desenvolvimento de pessoas. Essa homenagem trata-se de reconhecimento da sua trajetória na construção de um legado digno, competente e perseverante em busca da excelência na magistratura. E aqui digo da grande amizade da grande admiração que nutro por vossa excelência. E é nessa troca que conseguimos dar vida ao trabalho e se fortalecer a cada dia junto a todos. Desembargadora Waldirene desejo que sua longa trajetória que prima pelo zelo e humildade continue sendo reflexo de competência, sensibilidade e representatividade feminina”. 

Andrea Zílio | Comunicação TJAC