Terceira edição do seminário ‘Democratizando o acesso à Justiça’ acontece em fevereiro

Evento será realizado no dia 2 de fevereiro, por meio da plataforma Cisco Webex, com transmissão pelo canal do CNJ no Youtube. Os interessados podem se inscrever até o dia 1º por meio de formulário eletrônico.

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ), por meio da Comissão Permanente de Democratização e Aperfeiçoamento dos Serviços Judiciários, realizará no dia 2 de fevereiro de 2022, o seminário “III Democratizando o acesso à Justiça”. O evento tem o objetivo de dar continuidade aos debates sobre ações que visem à democratização do acesso à justiça e projetos destinados ao combate da discriminação, do preconceito e de outras expressões da desigualdade de raça, gênero, condição física, orientação sexual, religiosa e de outros valores ou direitos protegidos ou que comprometam os ideais defendidos pela Constituição Federal de 1988.

Os interessados podem se inscrever até 1º de fevereiro por meio de formulário eletrônico. O evento ocorrerá virtualmente por meio da plataforma Cisco Webex, com transmissão ao vivo pelo canal do CNJ no Youtube.

O seminário tem como público alvo membros do Poder Judiciário, do Ministério Público, da Ordem dos Advogados do Brasil e da sociedade civil. A abertura da solenidade está marcada para as 9h, horário de Brasília. Haverá certificado de participação, que ficará condicionado ao registro de presença durante o evento por meio de link a ser disponibilizado no chat da plataforma.

Pela manhã, haverão duas palestras. A primeira sobre Acesso à Justiça e Direitos Indígenas e a segunda palestra referente ao Formulário de Avaliação de Risco para a População LGBTQIA+.

Além das palestras, o evento está dividido em quatro paineis.
Painel 1: Acesso à Justiça, Cotas Raciais e Concursos Públicos.
Painel 2: Política Nacional de Promoção à Liberdade Religiosa e Combate à Intolerância no Âmbito do Poder Judiciário Brasileiro. (Liberdade Religiosa – Resolução CNJ n. 440/2022)
Painel 3: Acesso à Justiça, Proteção da Diversidade e Promoção da Equidade
Painel 4: Acesso à Justiça e População em Situação de Rua


A programação completa pode ser acessada pelo clicando aqui

O formulário de inscrição deve ser preenchido através desse link, clique aqui.

 

Com informações Agência CNJ de Notícias

Elisson Magalhães | Comunicação TJAC