Coordenadoria da Infância e Juventude e Fieac avançam nas parcerias para o Programa Radioativo

As instituições envolvidas se empenham para criar vagas de empregos temporários para socioeducandos durante o período de fim de ano, e, para 2022 a finalidade é levar o programa para os municípios do interior do Acre.

O Tribunal de Justiça do Acre (TJAC), por meio da Coordenadoria da Infância e Juventude (CIJ), participou de reunião na Federação das Indústrias do Estado do Acre (FIEAC), na tarde desta quinta-feira, 2, para avançar nas parcerias para o Programa Radioativo. O programa oferece qualificação profissional com objetivo de realizar a reinserção social de adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade, com educação e vagas de emprego.

Participaram da reunião, a coordenadora da Infância e Juventude, desembargadora Regina Ferrari, a juíza-auxiliar da Presidência Andrea Brito, o promotor de Justiça Francisco Maia Guedes, da Promotoria de Justiça Especializada de Execução de Medidas Socioeducativas de Rio Branco do Ministério Público do Acre (MPAC), o presidente da FIEAC José Adriano, e a psicóloga do TJAC Kariny Gonçalves.

Na pauta, foram discutidas a participação do Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas (Sebrae) e do Grupo Energisa, sobre a possibilidade de ter uma linha de crédito para os adolescentes. O Sebrae disponibilizou 15 vagas, e atualmente está aguardando a manifestação de outras empresas.

Agora, o próximo passo do Programa Radioativo é conseguir vagas no setor comercial, para isso, serão realizadas visitas a esse setor pela coordenadora da CIJ, desembargadora Regina Ferrari, e o presidente da FIEAC.

As instituições envolvidas se empenham para que haja vagas para empregos temporários aos socioeducandos durante o período de fim de ano, pelo menos com três meses de contratação. O requisito básico vai ser o adolescente ser alfabetizado para aumentar o número de jovens que podem se beneficiar com o programa. Até o momento, já foram conseguidas dez vagas.

Um dos atuais objetivos do Programa Radioativo é que possa agregar também a Ordem dos Advogados do Brasil-Seccional Acre (OAB-AC) ao programa no ano de 2022. Em breve, será realizada uma reunião coma Assembleia Legislativa (Aleac) para discutir sobre as emendas parlamentares destinadas ao programa.

Ainda para 2022, a finalidade é levar o programa para os municípios do interior do Acre.

Programa Radioativo

O Programa Radioativo feito em parceria com a Federação das Indústrias do Acre – FIEAC visa promover a qualificação profissional por meio dos cursos de Aprendizagem ofertados pelo SENAI e SENAC, buscando a inclusão de jovens usuários do Sistema Socioeducativo do Estado do Acre, vítimas do trabalho infantil e escravo e em situação de vulnerabilidade social, desenvolvendo competências profissionais para prepará-los para uma inserção qualificada no mercado de trabalho, em continuidade das ações estabelecidas no Acordo de Cooperação Técnica n.° 3120/2018.

Para o funcionamento e sucesso do programa Radioativo é essencial o envolvimento das empresas e instituições. Afinal a ação é uma articulação entre o empresariado acreano que com oportunidade de qualificação profissional e vagas de emprego atuam na reinserção de jovens e combatem as vulnerabilidades sociais que atingem esse grupo.

Elisson Magalhães | Comunicação TJAC