Programa Fortalecendo Vidas recebe R$ 200 mil de convênio para ampliar ações

Recurso é fruto de convênio com o Ministério da Justiça e o Tribunal de Justiça, para intensificar e ampliar atividades do projeto Amigos Solidários, que agora integra o programa Fortalecendo Vidas

Há mais de um ano o Tribunal de Justiça do Acre (TJAC) tem sido parceiro do projeto Amigos Solidários, que atua com iniciativas em diversos bairros de Rio Branco, levando desde ginástica rítmica à natação para crianças e adolescentes.

A partir de agora o projeto passa a integrar oficialmente as atividades do programa Fortalecendo Vidas, realizado por meio da Coordenadoria da Infância e Juventude (CIJ), que tem à frente a desembargadora Regina Ferrari. E com isso, todas as ações serão ampliadas e intensificadas a partir de um convênio assinado entre Ministério da Justiça, por meio da Plataforma +Brasil, e Tribunal de Justiça.

O convênio destina R$ 200 mil para as atividades do “Fortalecendo Vidas” e também para a produção de cartilhas do projeto “Justiça e Cidadania na Escola”, e tem por objeto democratizar a prática de esporte e da leitura entre as crianças e adolescentes que residem nos bairros distantes da capital, oferecendo cursos preparatórios, ocupando o tempo livre e evitando o agravamento de distorções sociais com a prática cívica do conhecimento da estrutura e importância das instituições da justiça como provedora do desenvolvimento democrático e da paz social.

“Temos tido o total apoio da atual administração, que reconhece a importância dessa atuação do Poder Judiciário do Acre junto a sociedade. Essa parceria com o Ministério da Justiça é de extrema importância para intensificarmos e chegarmos a mais crianças e adolescentes nos bairros de Rio Branco”, disse.

A cessão do coordenador do “Amigos Solidários”, o policial militar Derineudo Souza, para o Poder Judiciário do Acre, também permitirá uma maior atuação nessa ampliação do projeto dentro do programa do TJAC.

Um planejamento já foi realizado e estão previstas, a partir de recurso  aulas de ginástica rítmica, natação, informática, boxe, futebol, música, futsal e balé. Os bairros atendidos serão: Adalberto Sena, Jequitibá, Aroeira, Cabreúva, Juarez Távora, Mocinha Magalhães e Caladinho. A capacidade será para atender um total de 550 crianças e adolescentes atendidos.

Andréa Zílio | Comunicação TJAC