Pesquisa para contribuir com as Metas do Judiciário de 2022 fica aberta até o dia 18 de julho

Pessoas da sociedade civil, advocacia, Defensoria Pública, Ministério Público, magistrado e servidores do Judiciário podem participar e assim contribuir com a construção de uma Justiça mais atenda as necessidades de todos e todas

Com intuito de garantir a participação de toda sociedade na construção e planejamento das Metas a serem alcançadas pelo Poder Judiciário no ano de 2022, está aberta novamente a pesquisa de Gestão Participativa até o próximo dia 18 de julho. É possível acessar o formulário neste link e respondê-lo em menos de 15 minutos. Com sua participação você contribui na elaboração da Justiça que atenda as necessidades de todos os segmentos sociais.

A pesquisa é voltada aos cidadãos e cidadãs, assim como, membros das instituições do Sistema de Justiça, advocacia, Defensoria Pública, Ministério Público, magistrados e servidores do Judiciário. Além disso, as informações prestadas estão protegidas e são de sigilo absoluto, não serão divulgados os nomes e as opiniões dos participantes.

É importante a participação e envolvimento de todos, pois somente com a contribuição de cada pessoa a Justiça brasileira poderá traçar caminhos mais eficientes, com qualidade, célere e adequado as realidades e cenários locais de cada estado. Afinal, a pesquisa está disponível para todos os 27 tribunais de Justiça do Brasil.

A consulta pública é fruto do esforço da Rede de Governança Colaborativa da Justiça Estadual, que reúne os tribunais estaduais do país e este ano reforça o lema “Gestão Participativa, juntos por uma Justiça ainda melhor”. Dessa forma, Judiciário brasileiro procura envolver a sociedade na melhoria dos seus serviços.

Participação

No ano de 2020, a mesma pesquisa foi aberta aos segmentos da sociedade para colher as opiniões de todos e aprimorar as metas de 2021 e o Acre foi o estado do Brasil que mais obteve participação na pesquisa.

Foram 427 pessoas que responderam o questionário, contribuindo com opiniões e ideias para aperfeiçoamento da gestão e dos serviços judiciais. O resultado indicou o estímulo a participação do público interno e externo realizado pelo Tribunal de Justiça do Acre (TJAC), com objetivo de garantir o envolvimento de todos no aperfeiçoamento do Judiciário.

Assessoria | Comunicação TJAC