Nota de Esclarecimento

Não há nenhuma vinculação de quaisquer magistrados do Poder Judiciário (desembargadores ou juízes de Direito) com a investigação criminal citada na matéria “Operação vaza tudo” (publicada no site www.ac24horas.com.br).

A Administração do Tribunal de Justiça do Acre, por meio de sua representação legal, a respeito da matéria “Operação vaza tudo” (publicada no site www.ac24horas.com.br), presta os seguintes esclarecimentos:

  • Trata-se de uma investigação criminal autorizada pela própria Justiça Acreana, em cujo teor não há nenhuma vinculação com quaisquer magistrados do Poder Judiciário Acreano (desembargadores ou juízes de Direito);
  • A profissional citada, Edilene Da Silva Ad-Vincula, é servidora temporária do Judiciário Acreano, ocupante do cargo de juíza leiga na Comarca de Manoel Urbano;
  • Os fatos denunciados são alvo de apuração em curso pelos setores competentes, que apontarão ou não sua responsabilidade;
  • Concomitantemente, será deliberada pela autoridade judiciária competente – o Juízo da Comarca de Manoel Urbano -, a quem está subordinada a citada servidora pública, a instauração ou não do respectivo processo disciplinar.

O Tribunal de Justiça Acreano se coloca à disposição para colaborar com o procedimento investigativo, prestando todas as informações necessárias, vez que é de seu interesse esclarecer os fatos à luz da verdade.

 

 

Postado em: Galeria, Notícias | Tags:

Fonte: Publicado em 06/03/2018