Escola Iracema Gomes Pereira recebe palestra do “Eca na Comunidade”

Os 267 artigos do Estatuto da Criança e do Adolescente falam sobre atendimentos e sobre a aplicação de medidas de proteção

Quem é educador consegue enxergar claramente a beleza de apresentar uma novidade a uma pessoa em formação e esse conhecimento abrir os horizontes para novas perspectivas. Uma vez que as sinapses são realizadas é possível conectar os saberes, assim o indivíduo passa a interpretar a realidade com uma visão aprimorada e isso o transforma dia a dia.

As alunas e alunos do 5º Ano do ensino fundamental estão na faixa etária de sete a 11 anos de idade, ou seja, ainda são crianças e por isso estão em intenso processo de desenvolvimento psicológico, físico, moral e social.  A grande maioria não teve contato com a leis. Então, a pedagoga da Vara da Infância e Juventude de Rio Branco, Alessandra Pinheiro, abraçou esse desafio ao desenvolver as atividades do projeto “Eca na Comunidade: Direitos e Deveres”.

A última palestra foi realizada na Escola Iracema Gomes Pereira, situada no bairro Portal da Amazônia, na capital acreana. A ação contou com o apoio da gestão da unidade escolar e a turma de 32 estudantes conheceu mais sobre o tema “abuso sexual contra crianças e adolescentes”.

O programa da Coordenadoria da Infância e Juventude além de educativo, tem o caráter preventivo contra possíveis violações. Deste modo, o Poder Judiciário também fortalece a comunidade escolar por meio do diálogo e orientações.

Miriane Teles | Comunicação TJAC