Estudantes de Marechal Thaumaturgo recebem 352 Kits entregues pela Cruz Vermelha Brasileira e TJAC

Ação humanitária distribui kits de material escolar para atender crianças de 6 a 8 anos. No Acre, os itens já foram entregues nas cidades de Jordão, Porto Walter e Feijó, faltando apenas a última cidade beneficiada que é Santa Rosa do Purus

352 Kits escolares foram entregues no município de Marechal Thaumaturgo pela equipe do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC) e da Cruz Vermelha Brasileira (CVB), nesta última semana de junho, para que crianças não deixem de frequentar as aulas por causa da falta de materiais escolares.

O projeto chamado “Volta às Aulas” é financiado pela Embaixada do Reino dos Países Baixos e tem objetivo de doar a estudantes em situação de vulnerabilidade itens básicos de material escolar, como: mochila, caderno, apontador, borracha, cola, tesoura sem ponta, lápis, grafite, lápis de cor, garrafa reutilizável de água, papel A4, estojo, manual de prevenção à covid-19, caixa de máscaras descartáveis infantis e frasco de álcool em gel.

Foto das equipes que entregaram o material junto com as crianças

A ação, realizada no Estado através da parceria entre o TJAC e a instituição de ajuda humanitária, já entregou os Kits em outros três municípios, Jordão, Porto Walter e Feijó. Agora, a última cidade a receber as doações será Santa Rosa do Purus.

As localidades foram escolhidas por terem baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). Ao todo estão sendo entregues 2.238 Kits, para crianças de 6 a 8 anos. Assim como nos outros municípios, em Marechal Thaumaturgo a equipe da Diretoria de Logistica (Dilog) do Judiciário acreano conta com apoio da prefeitura e das escolas beneficiadas para montagem e entrega dos kits.

Durante a assinatura do Termo de Custódia e Compromisso, em maio, a presidente do Tribunal de Justiça, desembargadora Waldirene Cordeiro, falou da alegria em poder contribuir com o trabalho da Cruz Vermelha Brasileira. A Justiça estadual está organizando toda a logística de montagem e distribuição dos Kits.

“É uma felicidade fazer parte da parceira com a Cruz Vermelha Brasileira para que a volta às aulas presenciais das crianças seja muito mais felizes e com o material necessário para que desenvolvam suas aptidões e competências na carreira inicial escolar”, comentou a desembargadora.

Alegria é o que não falta no projeto. A felicidade e gratidão está nas pessoas que auxiliam na concretização do projeto e também nos estudantes. Eles e elas, mesmo com timidez, recebem as mochilas, seguram orgulhosos o material, sorriem e distribuem abraços.

Emanuelly Falqueto | Comunicação TJAC