Caso Nego Bau: Justiça condena homem por tortura

Na sentença, juiz considerou excesso da culpabilidade do réu pela crueldade do crime, e constrangimento em decorrência das imagens divulgadas.

A 3ª Vara Criminal da Comarca de Rio Branco condenou um homem a cinco anos de prisão, em regime inicialmente fechado, por tortura contra o morador de rua Renan Souza, conhecido por Nego Bau. O crime ocorreu em dezembro do ano passado e já foi sentenciado nessa terça-feira, 28.

O agora condenado chegou a gravar vídeo do ato praticado contra a vítima e divulgado as imagens nas redes sociais. Ele utilizou-se de um terçado para decepar o dedo do morador de rua e obrigou a vítima a dizer que tinha perdido o dedo em consequência de maldade que teria feito.

Na sentença, assinada pelo juiz Raimundo Nonato, ele considerou excesso da culpabilidade do réu pela crueldade do crime, e constrangimento em decorrência das imagens divulgadas.

Na fase da dosimetria, o magistrado reconheceu a confissão espontânea do réu e o condenou em cinco anos de reclusão sem concedê-lo o direito de apelar em liberdade. (Processo: 003810-10.2022.8.01.0001)

Ana Paula Batalha | Comunicação TJAC