Comissão da Ouvidoria e da Mulher Advogada renovam parceria com ações sociais do TJAC para o combate à violência doméstica

As visitantes foram empossadas em janeiro, por isso trouxeram o seu plano de ação para a nova gestão, a fim de alinhar propostas e iniciativas que podem ser desenvolvidas de forma conjunta.

Na manhã desta terça-feira, dia 1°, a desembargadora Eva Evangelista e a juíza-auxiliar da Presidência Andrea Brito receberam a ouvidora Caruline Simão, a presidente da Comissão da Mulher Advogada Tatiana Martins e a vice-presidente Fabíola Asfury.

As visitantes foram empossadas em janeiro, por isso trouxeram o seu plano de ação para a nova gestão, a fim de alinhar propostas e iniciativas que podem ser desenvolvidas de forma conjunta.

A decana da Corte ratificou seu compromisso com a proteção de mulheres e crianças no Acre, enfatizando a força das ações sociais para alcançar as vulnerabilidades das famílias acreanas. Destacou ainda o impacto das ações educativas que integram a política institucional e a importância do apoio prestado pela Rede de Proteção à Mulher Vítima de Violência.

Nesse sentido, a titular da Vara de Execuções Penais e Medidas Alternativas (Vepma) também apresentou o trabalho realizado pelos grupos reflexivos com os autores de violência doméstica, enfatizando que a colaboração da categoria pode abraçar as atividades que visam a ressocialização, o que oportunizará que mais pessoas sejam alcançadas.

A disponibilidade da comitiva se confirmou com a proposta de uma Central de Acolhimento à Vítima, que deve ser consolidada ainda nesse ano de 2022

Miriane Braga Teles | Comunicação TJAC