Condenado homem que golpeou ex-companheira com ripa e tentou matar a facadas

O réu tinha maus antecedentes criminais e ostentava várias condenações

O Tribunal do Júri de Sena Madureira condenou um homem por tentativa de feminicídio, nesta quarta-feira, dia 27.  Ele deve cumprir 30 anos de reclusão, em regime inicial fechado.

O réu desferiu golpes com uma ripa e mais quatro facadas, algumas dessas em órgãos vitais. De acordo com os autos, a motivação do crime foi uma suposta desavença sobre a visita ao filho do casal.

Os jurados concluíram que o réu tinha a intenção de matar a vítima e agiu de forma fria e premeditada. Deste modo, as qualificadoras admitidas foram: motivação fútil, emprego de recurso que dificultou a defesa e o contexto de violência doméstica e familiar.

O crime foi praticado em plena luz do dia e em um bairro bastante movimentado do município. Na época dos fatos, ele se encontrava monitorado eletronicamente por outro crime. Portanto, o Juízo apontou que esses fatores demonstram maior audácia e que sua conduta reflete o total descrédito para com as instituições de segurança pública.

Durante o julgamento foi nítido o trauma emocional causado no filho do casal, uma criança com apenas quatro anos de idade. O menino tem os fatos em sua memória e ainda menciona detalhes sobre o que aconteceu.

Foi negado o direito de recorrer em liberdade. 

 

 

Miriane Teles | Comunicação TJAC