Tribunal de Justiça do Acre lança a campanha de incentivo à adoção nesta sexta-feira, 24

Nesta primeira edição, fomentada pela Coordenadoria da Infância e Juventude, o tema será: “Compartilhe amor. Adote!”.

Para sensibilizar a sociedade sobre problemáticas atuais, o Tribunal de Justiça do Estado do Estado Acre (TJAC) lança a campanha de incentivo à adoção de crianças e adolescentes. O evento será realizado nesta sexta-feira, dia 24, às 9h, na sede do Poder.

O Dia Nacional da Adoção é celebrado em 25 de maio. Nesta primeira edição da campanha, fomentada pela Coordenadoria da Infância e Juventude, o tema será: “Compartilhe amor. Adote!”.

A coordenadora da Infância e Juventude no âmbito da Justiça Acreana, desembargadora Regina Ferrari, enfatiza que é necessário se debater sobre a proteção de crianças e adolescentes. Uma vez que a maioria das situações que levam crianças à disponibilidade para adoção está relacionada a maus tratos, vício em entorpecentes pelos pais e outras desestruturas familiares.

“Ainda é preciso falar sobre adoção tardia e adoção especial, para que pessoas que estão interessadas em adotar se cadastrem com um perfil mais abrangente”, esclareceu a desembargadora.

Como a maioria dos adotantes procuram crianças recém-nascidas, um spot está sendo veiculado nas rádios públicas, Aldeia FM e Difusora Acreana, sobre adoção tardia. Desta forma, a mensagem sobre a expectativa de formar famílias está sendo levada nas ondas sonoras para todos os municípios.

Compartilhe amor. Adote!

O slogan da campanha do TJAC deste ano está conectado ao resultado da adoção.  Compartilhar é tomar parte, e quando uma vida é recebida em um novo lar, ela recebe uma família, paz e uma estrutura que é compartilhada para que ela seja feliz.

Família Acolhedora

A Rede de Proteção à Criança e ao Adolescente está unida a essa mobilização, que estenderá por todo o ano. Em outras frentes de trabalho, a mobilização segue difundindo o Projeto Padrinhos e Família Acolhedora.

Folders e Cartazes dessas campanhas institucionais estão sendo levados a comunidades, também distribuídos a políticos, gestores e líderes. Material que também será apresentado no lançamento do dia 24.

Mutirão de audiências

Antes mesmo do lançamento da campanha, o Poder Judiciário já se articulava para dar mais celeridade às demandas da 2ª Vara da Infância e Juventude. Na primeira quinzena deste mês foi realizado um mutirão de audiências concentradas no Educandário Santa Margarida. O local se encontra em uma situação de defasagem de vagas, pois possui um número de acolhidos superior a sua capacidade.

As audiências trataram os processos de 14 crianças. Destas, três retornaram para seu lar, porque foram apresentadas condições de manter o cuidado dos menores.  Algumas delas foram encaminhadas para seus parentes, como uma tentativa para que as crianças permaneçam em suas famílias, antes de serem encaminhadas definitivamente à adoção.

A juíza de Direito Isabelle Sacramento, que está respondendo pela 2ª Vara da Infância e Juventude, explica que a adoção visa dar segurança aos infantes. “As crianças são as prioridades nos processos, porque estamos decidindo o futuro dessas vidas. Infelizmente, há situações de muito conflito, humilhação e rejeição, em que os laços afetivos não se reestabelecem”, apontou a magistrada.

Postado em: Galeria, Notícias | Tags:, ,

Fonte: Diretor da DIINS Atualizado em 23/05/2019