Tribunal de Justiça do Acre promove atividades especiais no ‘Dia da Amazônia no Judiciário’

Desfile com artesanatos indígenas e biojoias, Oficina de Logística Sustentável e Feira Ecológica marcaram as atividades da programação especial.

Com o fito de conscientizar o público interno e sensibilizar a população sobre a necessidade de cuidar do meio ambiente e preservar o planeta, o Tribunal de Justiça do Acre preparou uma programação especial alusiva ao Dia da Amazônia no Judiciário.

A iniciativa deslinda o compromisso da atual gestão do TJAC com a responsabilidade socioambiental, dentro da Agenda Ambiental lançada no dia 5 de junho deste ano de 2017.

Executado pela Diretoria de Gestão de Pessoas (Dipes), por meio da Gerência de Qualidade de Vida (Gevid), a atividade tem o apoio e colaboração direta de outras diretorias, gerências, assessorias e secretarias do Tribunal, bem como da Escola do Poder Judiciário (Esjud).

“Oficina de Logística Sustentável”

Realizada nesta terça-feira (5), em comemoração ao Dia da Amazônia, a programação teve início com o Curso “Oficina de Logística Sustentável”, ministrado pela mestre em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente, Vera Gurgel. A Oficina ocorreu na Esjud.

A atividade reuniu servidores dos mais diversos setores, e teve a participação da desembargadora Waldirene Cordeiro, corregedora geral da Justiça.

De forma didática e interativa, Vera Gurgel destacou a relevância da logística sustentável no âmbito das instituições, e que a preservação do meio ambiente deve ser uma prática de todos.

A palestrante explicitou uma série de ações desenvolvidas no TJAC, voltadas à sustentabilidade, como a otimização de recursos, a economia de energia, água e papel, a coleta seletiva, os projetos + Akatur, Bosque Florido, Qualidade de Vida, etc.

Programação Especial

A Programação Especial ocorreu no Átrio da Sede da Instituição, com uma apresentação de carimbó conduzida pelos alunos do curso de Educação Física da Universidade Federal do Acre (Ufac).

O dispositivo de honra teve as presenças da desembargadora Waldirene Cordeiro, representando na ocasião a Presidência do TJAC; das desembargadoras Eva Evangelista e Regina Ferrari; do juiz-auxiliar da Corregedoria, Cloves Ferreira; do comandante do Batalhão Ambiental, major Samir Freitas; e representante do curso de Educação Física da Ufac, professora Norma Norma Tinôco.

“Que todos venhamos integrar esta agenda, fortalecendo as nossas ações para este propósito. Se a vida depende da natureza, a Amazônia depende e precisa de nós”, assinalou a desembargadora Waldirene Cordeiro.

Coordenadora do Núcleo Socioambiental do Tribunal, ela lembrou a importância desse bioma. “Trata-se de maior biodiversidade do mundo, com metade das espécies do Planeta Terra, além das comunidades das florestas que dependem de forma direta para o seu sustento”, explicou.

A corregedora geral da Justiça também convocou a todos a abraçar a causa de responsabilidade individual e coletiva. “Vamos juntos disseminar a cultura da proteção ambiental, como conduta necessária à melhoria da qualidade de vida no trabalho e nos nossos lares”, finalizou.

Momento mais aguardado foi o Desfile de Biojoias da Amazônia e Artesanatos Indígenas, preparado com carinho pela Gevid, com participação dos servidores do Judiciário, e apoio da maquiadora Débora Evelim.

A II Feira Ecológica reuniu 13 expositores com a comercialização de produtos regionais, como artesanatos indígenas; produtos orgânicos, produtos florestais, reciclados, artes e plantas ornamentais.

Veja todas as fotos do evento no Flickr.

Assessoria | Comunicação TJAC