TJ divulga unidades vencedoras de concurso de decorações natalinas sustentáveis

Comarca de Manoel Urbano foi a grande vencedora. Genor e Esjud também foram premiadas.

O Núcleo Socioambiental Permanente (Nusap) do Tribunal de Justiça do Acre divulgou hoje as unidades ganhadoras do concurso de decorações natalinas com o tema sustentabilidade e reciclagem.

Foram analisados quesitos como criatividade, reciclagem, composição dos materiais utilizados, estética, entre vários outros.

Ao final das avaliações, o comitê organizador declarou vencedora do concurso a Comarca de Manoel Urbano. Os arranjos incluíram belas guirlandas confeccionadas com vários tipos de materiais descartáveis – de CD´s usados a copos e garrafas descartadas.

Além disso, também foram feitas árvores de Natal de garrafas pet e latas de alumínio, entre outros materiais. Coroando todo o trabalho, uma grande árvore natalina de pneus velhos, bolas de latas e tampinhas e pintada com tinta de restos de EVA foi erguida em frente ao Fórum Celso Secundino Lemos, sede do Poder Judiciário local, representando o compromisso socioambiental do TJAC.

Em segundo lugar, ficou a Gerência de Normas (Genor), que apresentou uma árvore de natal em pallet de madeira, adornada com materiais reciclados, como bolas de papelão e estrelas de jornal.

A Genor também apresentou, entre outras decorações sustentáveis, uma guirlanda feita de cápsulas de café expresso.

Já em terceiro lugar ficou a decoração da Escola do Poder Judiciário (Esjud) com uma árvore de Natal de CD´s usados e guirlandas e pequenas árvores natalinas produzidas com folhas de revistas e cartazes, além de rolos internos de papel higiênico.

Como premiação, os servidores da Comarca de Manoel Urbano, da Genor e da Esjud receberão cestas de café da manhã para confraternizarem com os colegas de trabalho. 

A intenção do Nusap, ao promover o concurso, foi a de sensibilizar os servidores quanto à responsabilidade socioambiental do Tribunal de Justiça do Acre, bem como de seu corpo de magistrados e servidores, além do público usuário dos serviços jurisdicionais.

Postado em: Galeria, Notícias | Tags:,

Fonte: Atualizado em 16/12/2019