Governadora em exercício discute ações ambientais para rio Acre com Nusap e Imac

Durante vistoria realizada no rio Acre nesta terça-feira, governadora em exercício reforçou  a importância de ações efetivas do poder público e da participação da sociedade 

Governadora em exercício, desembargadora Waldirene Cordeiro, que na atual administração preside o Tribunal de Justiça do Acre (TJAC) e coordena o Núcleo Socioambiental Permanente (Nusap) do Judiciário acreano, fez uma vistoria às margens do rio Acre na manhã desta terça-feira, 19, junto com o presidente do Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac), André Hassem.

Acompanhada da secretaria Executiva do Nusap, Val Amorim, a governadora em exercício realizou a vistoria no intuito de checar in loco a situação às margens do rio Acre, no que diz respeito a lixo, entulho, e também a questão hídrica.

“Temos que trabalhar mais, não só o poder público, mais a população também. Nós estamos com o leito do rio com a água muito baixa, muito lixo às margens, como carcaça de geladeira, pneu. Temos de trabalhar diuturnamente para realizar ações e também conscientizar a população”, disse Waldirene Cordeiro.

A partir das averiguações, subindo e descendo o rio, em que foi possível visualizar carcaça de geladeira, pneus, e outros entulhos, a governadora em exercício junto ao presidente do Imac, dialogaram sobre um mutirão para realizar a limpeza das margens do rio no trecho em que tem as residências.

Além disso, foram discutidas as questões das queimadas urbanas que preocupam no momento, pois segundo Hassem, elas têm sido mais intensas do que as queimadas na zona rural.

A governadora em exercício ressaltou a importância do Poder Público e da sociedade em atuar de forma intensa nessa pauta. “O trabalho do Poder Público é exatamente inserir atividades e ações para que não se polua tanto. Nosso rio Acre está sendo assoreado, e somos nós, seres humanos que estamos provocando essa degradação. Cabe também a sociedade colaborar nas ações para que nosso rio tenha uma vida mais saudável”, afirmou.

O presidente do Imac, André Hassem, parabenizou a iniciativa da governadora em exercício, desembargadora Waldirene, comentou a preocupação dos profissionais do instituto, quanto aos impactos ambientais que o rio Acre vem sofrendo. “Foi muito importante essa vistoria feita pela governadora em exercício, e vamos agora nos reunir para discutir mais ações e atores que possam colaborar, para que possamos fazer arborização, trabalhar a conscientização por meio da educação ambiental”, disse.

Andréa Zílio | Comunicação TJAC