TJAC participa de palestra sobre segurança cibernética de dados

Representantes da administração e da área de tecnologia da informação do TJAC estavam na capacitação, realizada na sexta-feira, 17, pelo Tribunal de Contas do Acre 

A presidência do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC) participou na manhã da sexta-feira, 17, da palestra “Segurança Cibernética e Privacidade nos dias de hoje”, realizada pelo Tribunal de Contas do Estado do Acre (TCE/AC).

A desembargadora-presidente do Judiciário, Waldirene Cordeiro, fez questão de comparecer à atividade e falou sobre como a proteção cibernética é uma preocupação da gestão. “Os serviços públicos sofrem diariamente muitos ataques aos seus sistemas, por isso, é essencial termos uma boa proteção. Agradeço o convite do Tribunal de Contas, que não é só um Órgão fiscalizador das ações, mas também traz orientações, informações para os integrantes dos poderes e instituições”.

Durante a abertura do evento, o presidente do TCE/AC, conselheiro Ronaldo Polanco, ressaltou a parceria da Justiça acreana nas ações voltadas ao aperfeiçoamento da gestão pública e agradeceu tanto ao TJ quanto e os órgãos pela parceria e empenho em melhorar a segurança e gestão de informática nas instituições.

Palestra

A palestra foi conduzida pelo mestre em Informática e especialista em segurança cibernética Nilson Rocha Vianna, que é chefe do Departamento de Segurança da Informação na Marinha do Brasil.

A capacitação, feita de forma presencial, seguindo as orientações de proteção à saúde, trouxe reflexões sobre o panorama global e brasileiro na área, a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) e outros marcos legais, assim como, apresentou a estratégia traçada pelo TCU na área e finalizou com recomendações sobre segurança.

Representando o Judiciário acreano, estavam na formação o juiz-auxiliar da presidência, Leandro Leri Gross, a diretora Judiciária, Raquel Cunha, que está coordenando provisoriamente a Diretoria de Tecnologia da Informação (Ditec), além do servidor Amilar Sales, que atua na área dentro do Tribunal de Justiça.

Além das pessoas que trabalham na área de segurança da informação nos tribunais de contas do Estado, da União e do TJAC, foram convidadas para a capacitação representantes da Federação das Indústrias do Estado do Acre (Fieac) e do Instituto Federal do Acre (Ifac).

Novo Petróleo

“Investir em segurança e tecnologia é garantir melhoria na prestação dos serviços públicos”, comentou o secretário substituto do Tribunal de Contas da União no Acre (TCU), Michel de Oliveira Bandeira, no dispositivo de honra, composto para iniciar o evento.

O secretário substituto do TCU também elogiou a postura da desembargadora-presidente do Tribunal acreano por dar o exemplo, engajada em atividades formativas e na elaboração de soluções para aperfeiçoar os serviços prestados, com a proteção de dados.

“É o dirigente que dá o exemplo. Se você tem um gestor comprometido com o serviço público, todo o corpo funcional, desde os terceirizados seguem esse exemplo. A presidente do Tribunal de Justiça do Acre participando estimula todos os servidores”, disse Bandeira.

Outro ponto debatido na palestra foi crescente necessidade de ampliar mecanismos de proteção dados e informações digitais. Conforme disse Nilson Vianna, “segurança de dados é essencial, pois, os dados são o novo petróleo”

Foto do auditório do TCE, mostrando a frente com uma mesa grande em formato de U. Na parte central estão as autoridades presentes no dispositivo de honra. No primeiro plano mostra parte da plateia, com a desembargadora-presidente do TJAC sentada ao lado de um senhor.

Diálogo

Ao final, a desembargadora-presidente, Waldirene Cordeiro, juntamente com o vice-presidente Roberto Barros, o diretor de Gestão Estratégica (Diges), Raimundo Angelim, e a diretora de Finanças e Informações e Custos Keuly Queiroz do TJAC foram recebidos pelo presidente do TCE/AC, conselheiro Ronaldo Polanco. A visita buscou fortalecer o diálogo interinstitucional entre os Órgãos.

 

Emanuelly Silva Falqueto | Comunicação TJAC