Vepma realiza visita em casas de recuperação de dependentes químicos

 A Vara de Execuções de Penas e Medidas Alternativas (Vepma) da Comarca de Rio Branco realizou neste mês de junho uma série de visitas a casas de tratamento e recuperação de dependentes químicos.

De acordo com a juíza Maha Manasfi, titular da unidade judiciária, o objetivo foi verificar as dificuldades existentes quanto à manutenção, funcionamento e gestão dos locais.

Por essa razão, ela convidou o secretário de Estado de Pequenos Negócios, José Reis, para acompanhar a atividade, da qual também fizeram parte servidores da Vepma.

Foram visitadas a Associação dos Pais e Amigos dos Dependentes Químicos (Apadeq), a casa de recuperação Gileade e a Associação Mão Amiga (AMA).

A magistrada revelou o caráter da ação que integra o Programa Começar de Novo, que ela coordena no âmbito do Judiciário. “Essas casas e associações precisam de um apoio ininterrupto dos entes públicos para que, de fato, essas pessoas possam ser bem acolhidas, tratadas e se recuperem, a fim de retornar ao convívio de suas famílias e da sociedade”, afirmou Maha Manasfi.

Ao observar de perto a realidade e conhecer as instalações, José Reis reconheceu as dificuldades encontradas nos centros. “Realmente precisamos estar mais presentes e garantir o devido suporte, pois vejo aqui que é feito um trabalho diferenciado, tão significativo e de cunho social, apesar da falta de recursos financeiros”, considerou o secretário.

Como fruto da visita, ficou pactuado que a secretaria do Estado apoiará as três casas, com o intuito de otimizar o funcionamento e ampliar a parceria por meio do oferecimento de mais cursos profissionalizantes às pessoas atendidas.

Maha Manasfi informou, ainda, que o Projeto Começar de Novo envidará todos os esforços, com vistas a estabelecer outras parcerias, para que os dependentes possam se inserir no mercado de trabalho e, principalmente, ter condições de montar seu próprio negócio.

Acompanhe o áudio da matéria:

Postado em: Notícias | Tags:

Fonte: Atualizado em 05/06/2015