Justiça Comunitária: TJAC convoca selecionados para 2ª fase do processo seletivo

Dinâmica de Grupo será realizada nos dias 19 e 20 de setembro. Horário pode ser conferido no edital nº 002/2016 do Diário da Justiça Eletrônico.  

O Tribunal de Justiça do Acre divulgou nesta quinta (16) o resultado final da 1º fase do Processo Seletivo Simplificado para contratação temporária de assistente de coordenação e agentes comunitários para atuar no Programa Justiça Comunitária e convoca os classificados para a 2ª etapa que consiste na Dinâmica de Grupo, a ser realizada nos dia 19 e 20 de setembro de 2016.

O resultado, publicado na edição nº 5.725 do Diário da Justiça Eletrônico (fls. 122- 124) especifica o horário da 2ª fase que será realizada no Fórum da Avenida Ceará, n.º 2692 – Abraão Alab, nas datas e horários estabelecidos no edital nº 002/2016.

A relação dos selecionados pode ser conferida no link: http://diario.tjac.jus.br/display.php?Diario=3739&Secao. O processo seletivo teve 99 aprovados para a segunda fase. Os selecionados devem estar atentos ao horário e data da segunda fase. O não comparecimento implicará na eliminação do processo.

De acordo com o edital de abertura, o processo seletivo acontece através do convênio nº 009/2016, celebrado entre o Município de Rio Branco, por intermédio da Secretaria Municipal de Cidadania e Assistência Social (Semcas) e o Tribunal de Justiça do Estado do Acre.

Justiça Comunitária

O Programa Justiça Comunitária, coordenado pela desembargadora Eva Evangelista é desenvolvido pelo Tribunal de Justiça Acreano na cidade de Rio Branco desde 2002, inicialmente em convênio com o Ministério da Justiça.

O objetivo principal do programa é proporcionar às pessoas a educação para o Direito, mediação comunitária de conflitos e o fortalecimento das redes sociais nas comunidades carentes em que o programa atua. Em 2006 passou a ser executado em parceria com a Prefeitura Municipal, com atendimento em 35 bairros carentes, divididos em 6 regionais.

Os agentes comunitários de justiça e cidadania trabalham diariamente nesses bairros, atuando na resolução de pequenos conflitos, de maneira rápida e amistosa, por meio da mediação e conciliação.

No ano de 2009, pela primeira vez, o mesmo trabalho realizado com sucesso na Capital começou a ser colocado em prática em outros dois municípios do Estado – Capixaba e Epitaciolândia -, onde se realizou uma experiência piloto para orientar a expansão do programa para todo o Estado do Acre.

Atualmente, também o município de Acrelândia conta com um núcleo do programa Justiça Comunitária.

Postado em: Notícias | Tags:

Fonte: Atualizado em 16/09/2016