TJAC recebe relatório oficial da 1ª Pesquisa de Satisfação e Imagem da Justiça Acreana

O Instituto Euvaldo Lodi (IEL/AC) entregou oficialmente ao Tribunal de Justiça do Acre a 1ª Pesquisa de Satisfação e Imagem da Justiça Acreana – realizada nos últimos meses em todo o Estado.

Os trabalhos foram conduzidos pelo Instituto, contratado por meio de licitação, com a parceria da Presidência do TJAC e de sua Diretoria de Informação Institucional (Diins).

O encontro para apresentação oficial e entrega do relatório aconteceram na sede da instituição, com a participação do desembargador-presidente Roberto Barros; da superintendente do IEL/ AC, Socorro Bessa e de Marjha de Souza, assessora da Superintendência.

“Essa Pesquisa é fundamental, já que sua amostragem é muito grande e também pelo fato de que ela atuou tanto no eixo da imagem (que são aquelas pessoas que não utilizam os serviços do Judiciário) quanto de satisfação (que são os jurisdicionados, a população que se utiliza dos serviços). A Pesquisa confirma ou nos dá os indicadores das nossas percepções, sobretudo os que estão alinhados ao Planejamento Estratégico, bem como nos aponta novos caminhos que permitam aprimorar a instituição”, explicou o presidente.

O grande objetivo foi coletar dados que permitam medir a efetividade institucional perante seus públicos interno e, sobretudo, externo.

“A satisfação maior é saber que estamos contribuindo de alguma forma, sobretudo do ponto de vista do planejamento e da gestão e o IEL se preocupa com esses aspectos que possibilitem as empresas e instituições alcançar melhores resultados. Foi um prazer participar, tivemos a melhor receptividade possível não só em Rio Branco, mas em todo interior do Estado  e nos gratificar apresentar este trabalho, após esses meses”, ressaltou Socorro Bessa.

Após a reunião de apresentação, três volumes distintos da Pesquisa foram entregues pela equipe do IEL/AC às mãos do desembargador-presidente e também, simbolicamente, aos profissionais da Diins – que atuaram na fiscalização do contrato, elaboração e revisão dos questionários, agendamento de entrevistas etc.

Os dados e informações serão divulgados nos próximos dias, organizados de acordo com cada um dos públicos que responderam aos questionários.

A idéia é de que a partir das informações obtidas será possível verificar em que áreas o Judiciário Acreano está atuando bem e aquelas em que é preciso melhorar. Também é uma oportunidade de ouvir os reclamos dos jurisdicionados, verificando junto a eles o nível de satisfação com os serviços oferecidos e analisar o nível de confiança das pessoas que não tem ações na Justiça etc.

Como foram os trabalhos

A equipe do Instituto Euvaldo Lodi (IEL/AC) percorreu as comarcas tanto da Capital quanto do interior do Estado e aplicou 1.985 questionários.

Foram aplicadas ao todo 2 mil entrevistas para os públicos-alvo magistrados, servidores, promotores, defensores públicos, advogados, jurisdicionados e cidadãos.

O quantitativo corresponde à amostra habitualmente utilizada em pesquisas de abrangência nacional realizadas por institutos de pesquisa eleitoral.

As perguntas trataram desde o atendimento ao público, até as instalações das unidades judiciárias, o nível de confiança no Judiciário do Acre, a imagem que os cidadãos tem, a eficiência etc.

Os trabalhados foram organizados pelas seguintes regionais: Regional do Alto Acre, Regional do Baixo Acre, Regional do Tarauacá/Envira, Regional do Purus e Regional do Juruá.

Em 51 anos de história, nunca uma pesquisa dessa natureza foi realizada no âmbito do Tribunal de Justiça Acreano. A 1ª Pesquisa de Satisfação da Justiça Acreana é uma iniciativa da presidência do TJAC. De sua fase inicial participaram a Diretoria de Informação Institucional (Diins) e a Diretoria de Logística (Dilog). Nas demais fases, os trabalhos foram acompanhados e fiscalizados pela Diins, com a colaboração permanente da Presidência e com a execução do IEL.

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Atualizado em 02/02/2015