Rádio Justiça: “Hora Legal” discute rejeição de lista da OAB pelo STJ

Confira, a seguir, os destaques da programação da Rádio Justiça para hoje, sexta-feira, 18.04.2008. Informamos que a programação segue o horário oficial de Brasília (DF), mas que a Rádio disponibiliza em seu site – www.radiojustica.gov.br – um acervo onde os usuários podem consultar, ouvir ou fazer o download dos programas de seu interesse.

Rádio Justiça vai ao Museu Vivo da Memória Candanga para contar a história de Brasília

Brasília completa 48 anos na próxima segunda-feira, 21 de abril. A Rádio Justiça homenageia mais uma vez a cidade sonhada pelo padre Dom Bosco no século 19 e transformada em realidade por Juscelino Kubitschek. O programa “Comunidade” será transmitido nesta sexta (18), diretamente do Museu Vivo da Memória Candanga (Via Epia Sul, Lote D, Candangolândia/DF). O projeto de Brasília começou quando os candangos, a partir de 1956, foram instalados na Cidade Livre, hoje Núcleo Bandeirante. Ao lado da Cidade Livre foi erguido o primeiro hospital do Distrito Federal. O local é onde hoje está instalado o museu. A intenção do programa é desvendar o que é mito, ficção e verdade na história da capital federal. Walter Lima entrevista pioneiros, historiadores, escritores, autoridades. O “Comunidade” começa às 15 horas.

A história do Poder Judiciário no DF é tema do Espaço Forense

A Esplanada dos Ministérios foi o primeiro endereço do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT). Na época, funcionava em apenas dois andares e continuou assim por nove anos. A lei nº 8.407/1992, que trata da organização judiciária do Distrito Federal, criou a Auditoria Militar, o Conselho Especial, a Auditoria e o Conselho da Justiça Militar. Ampliou também o número de desembargadores, juízes e de circunscrições judiciárias. Com as de Samambaia e Paranoá, o DF passou a contar com nove circunscrições. A partir das 11h da manhã, Pedro Beltrão e Miguelzinho Martins conversam com especialistas sobre a história do Poder Judiciário no DF, entre eles, o ex-presidente da OAB/DF e ministro aposentado do Supremo Tribunal Federal, Maurício Corrêa.

Um panorama da saúde no Distrito Federal

A saúde no Distrito Federal é tema de reportagem especial em comemoração aos 48 anos de Brasília. Acompanhe matéria do repórter Caio d’Arcanchy no “Notícia e Cidadania” 2ª Edição, ao meio-dia. A reportagem também pode ser ouvida no “Acesso Público”, a partir das 22h.

“Hora Legal” discute rejeição de lista do quinto da OAB pelo STJ

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu manter nessa semana a posição de não escolher nenhum dos seis nomes indicados à vaga de ministro pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Sobre o tema, Pedro Beltrão entrevista o presidente nacional da Ordem, Cezar Britto. A partir das 7h da manhã.

Marisa Monte no “Justo Samba”

O programa “Pro Verbo” resgata, às 21h, os pensamentos turbulentos de Caio Fernando de Abreu, um escritor visceral. Já no “Justo Samba”, aprecie na voz suave de Marisa Monte os sambas do disco “Universo ao Meu Redor”, às 12h30.

STF em destaque na radionovela do Bicentenário do Judiciário

A constituição de 1891 trazia boas novas para as liberdades e garantias individuais. Definia melhor a independência e a organização dos Três Poderes. Dava ao Judiciário, onde João Vicente Brasileiro, pai de Tereza, trabalhou por toda a vida, o status de poder soberano. Principalmente com a incorporação do Supremo Tribunal Federal, que passou a ser o ponto de equilíbrio e sustentação do Estado.  Esse é o resumo do 10º capítulo da radionovela especial “Os 200 anos do Judiciário Independente no Brasil”, que vai ao ar nesta sexta, nos horários de 8h50, 12h50, 14h50, 18h20, 21h50, 23h50, 1h50, 3h50 e 5h50. Também está disponível no site www.stf.gov.br/bicentenario.

Radioagência Justiça

As principais notícias do Judiciário estão nos jornais das 8h, 12h, 18h30 e 22h30. Os boletins podem ser retransmitidos por outras emissoras. Basta um cadastro pela internet. A Rádio pode ser sintonizada na freqüência 104,7 FM, em todo o Distrito Federal, ou pela rádio web, via internet, no endereço eletrônico www.radiojustica.gov.br. Nas unidades do Poder Judiciário do Acre, os interessados devem acessá-la a partir do link disponível na página do TJAC: www.tjac.jus.br.

   

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 18/04/2008