Portal do TJAC registra mais de 98 mil acessos no último mês

No início deste ano, a Assessoria de Comunicação Social, com o apoio da Diretoria de Tecnologia da Informação, realizou um primeiro levantamento sobre o perfil dos acessos ao portal do Poder Judiciário do Acre na Internet – www.tjac.jus.br

Tendo por referência o mês de dezembro de 2009, o portal do TJAC obteve mais de 98.525 acessos, sendo que o seu conteúdo foi visualizado 119.941 vezes no total. De segunda a sexta-feira, dias úteis da semana, o número foi de aproximadamente 4 mil acessos em média. No final de semana e feriados, quando normalmente diminuem os acessos, o portal foi visitado 1.156 vezes.

Serviços 

Os dados da pesquisa realizada indicam que a emissão de certidões judiciais online é o serviço mais acessado do site, seguido do Diário da Justiça Eletrônico. O serviço de emissão gratuita de certidões foi lançado pelo Tribunal de Justiça em julho de 2009. O procedimento de cadastro e emissão do documento é auto-explicativo, rápido e prático. Ele pode ser acionado 24 horas por dia e reúne informações de todas as Comarcas do Estado atendidas pelo Sistema de Automação da Justiça (SAJ).

Por sua vez, o Diário da Justiça Eletrônico, com acesso gratuito pela Internet, é o instrumento de comunicação oficial, publicação e divulgação dos atos judiciais e administrativos do Poder Judiciário do Acre, em substituição a versão impressa, conforme Resolução nº 14/09, do Conselho de Administração do TJAC.

Disponível desde o dia 7 de janeiro de 2009, a nova versão eletrônica do Diário possui assinatura digital para comprovar sua autenticidade e tem o mesmo valor documental que o formato impresso. Antes disso, porém, o Diário da Justiça já possuía uma versão disponibilizada em meio digital, no portal do Tribunal de Justiça, mas que não apresentava caráter oficial-legal. Ao instituir o Diário da Justiça Eletrônico, o TJAC conferiu dinâmica à publicidade legal e oficial dos atos judiciais e administrativos do Poder Judiciário, além de economizar com os tradicionais gastos de impressão e recursos operacionais e logísticos para a distribuição do material.

Em abril de 2009 ocorreu a definitiva substituição da versão em papel do Diário, que passou a ser publicado apenas em meio eletrônico. Assim, para o usuário ter acesso ao conteúdo do DJE, é preciso visitar a página do TJAC. Em dezembro passado, por exemplo, foram cerca de 6.755 visitas ao DJE durante o mês.

Outros serviços de grande procura no site do TJAC são os de acompanhamento processual e de consulta à jurisprudência. Por um lado, o cidadão interessado e principalmente os operadores do direito – desembargadores, juízes, promotores, defensores, advogados – utilizam o serviço de consulta para saber diariamente em que fase se encontram os processos sobre os quais atuam. Por outro, ao realizarem a pesquisa jurisprudencial, antes de emitirem decisões, despachos ou pareceres, eles se certificam sobre o entendimento atualizado do Tribunal sobre os temas em torno dos quais estão trabalhando.

Notícias

A seção de notícias do TJAC também é responsável por atrair grande parte do público. No mês passado esta seção foi visitada 10.228 vezes. Das 105 matérias publicadas no portal em dezembro, as cinco mais lidas foram as seguintes:

Todo o conteúdo produzido pela Assessoria de Comunicação Social, após ser divulgado no site oficial do Tribunal, é automaticamente distribuindo pelo sistema RSS e Twitter. A iniciativa da ASCOM possibilita maior interação com a imprensa e órgãos institucionais que trabalham na prestação jurisdicional. Além disso, é uma forma de acompanhar as tendências de informatização, sobretudo as tecnologias digitais, e de participação em redes sociais, que promovam ampliação da democratização do acesso à informação.

A comunicação transparente com a sociedade e a divulgação do cotidiano do Judiciário Acreano são pontos centrais da atual gestão do TJAC, composta pelos desembargadores Pedro Ranzi (Presidente), Adair Longuini (Vice-Presidente) e Samoel Evangelista (Corregedor Geral da Justiça).

Twiter e RSS

Os usurários do Twitter interessados em acompanhar o conteúdo do TJAC só precisam ser cadastrados na rede social e seguir o usuário “ascomtjac”.  Já para obter as notícias do Judiciário pelo sistema RSS, os interessados devem incluir o link do feed do site (no caso http://feeds.feedburner.com/tjac), que deseja acompanhar, em um programa leitor de RSS (também conhecido como agregador). Esse software tem a função de ler o conteúdo dos feeds que são indexados e mostrá-los em sua interface. Geralmente, os navegadores como Internet Explorer, Firefox e Opera, já disponibilizam esse sistema na barra de ferramentas. O objetivo principal do RSS é que o usuário fique sabendo, automaticamente, quando um conteúdo novo de um determinado site foi publicado, sem precisar acessá-lo.

 

 

 

 

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 13/01/2010