Perdro Ranzi é empossado desembargador no TJ

A posse do juiz Pedro Ranzi no cargo de desembargador do Tribunal de Justiça do Acre, sexta-feira, à noite, foi uma das mais prestigiadas da magistratura acreana. O Teatro Plácido de Castro lotou de amigos, políticos, familiares, magistrados, professores, alunos e de servidores do Poder Judiciário, que foram até lá cumprimentar o novo desembargador que assumiu a vaga de Eliezer Mattos Scherrer. O governador Jorge Viana fez questão de destacar a importância do trabalho de Ranzi como juiz em Rio Branco e em Cruzeiro do Sul e sua contribuição para o bom exercício e prática da justiça cidadã ao longo de sua carreira. O presidente do TJ, desembargador Samoel Evangelista, em seu discurso, lembrou o fato de que lhe coube o destino empossar Ranzi, de quem fora aluno na faculdade de Direito da Universidade Federal do Acre, colega de concurso no Ministério Público Estadual, no início da década de 1980, e depois colega de trabalho na comarca de Cruzeiro do Sul, onde Ranzi fora juiz e Evangelista, promotor por mais de cinco anos. Os discursos que se seguiram foram de reconhecimento ao trabalho e à forte personalidade do novo desembargador que na sexta-feira pela manhã fora homenageado pelos servidores da Vara de Tóxicos, onde atuou por mais de dez anos. Os funcionários fizeram a homenagem em forma de um “termo de audiência”, reconhecendo o importante trabalho desenvolvido pelo juiz Ranzi não só na Vara de Delitos Tóxicos e Acidentes de Trânsito, mas também da Auditoria Militar. Segundo os servidores, Ranzi foi um “juiz não de Direito, mas um juiz de Justiça, pois somos testemunhas (e não informantes) de que bem soube aplicar em suas decisões a tua sensibilidade e experiência”. A homenagem emocionou o novo desembargador, assim como o longo e profícuo discurso do professor Jorge Araken durante a posse e a homenagem que lhe foi feita pela Associação do Ministério Público do Acre. A longa fila de cumprimentos ao novo desembargador, no encerramento da sessão solene de posse, demonstrava bem seu prestígio junto a comunidade jurídica do Acre.

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 06/06/2005