Fórum Criminal passa a ter sala exclusiva para aguardo de audiências

Objetivo é garantir maior proteção dos cidadãos que frequentam o local, melhor organização dos trabalhos, e maior privacidade aos policiais.

No intuito de garantir a segurança das partes intimadas durante audiências envolvendo agentes de segurança, foi inaugurada, nesta quarta-feira (3), no Fórum Criminal Desembargador Lourival Marques de Oliveira, uma sala de espera destinada a esses profissionais.

A medida, como explica a diretora do Foro da Comarca de Rio Branco-AC, juíza de Direito Maha Manasfi, é evitar o constrangimento de os policiais ficarem no mesmo ambiente com os acusados. Diariamente, segundo a magistrada, são 60 policiais, em média, circulando no Fórum Criminal para audiência.

“Temos a satisfação de fazer a entrega dessa sala de espera para os policiais. Tínhamos um problema sério de eles ficarem na mesma sala com os acusados ou mesmo nos corredores. Com esse novo ambiente acreditamos melhorar esse ponto. São dois policiais por processo e cada Vara são quatro processos por dia”, disse a juíza.

A inauguração contou com a participação de magistrados do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC), representante do Ministério Público, da Polícia Militar e Polícia Civil.

O comandante da PM, coronel Júlio César, enfatizou as questões de ameaças que geralmente acontecem quando as partes ficam no mesmo local e reforçou as parcerias entre o Comando da Polícia Militar e o Judiciário.

“É uma atitude muito significativa por parte do Poder Judiciário. Nos sentimos honrados. Sabemos que muitas ameaças ocorrem quando o agente de segurança fica no corredor ou na mesma sala com o acusado. Evitar essas situações é um avanço”, disse.

O representante da Polícia Civil, Irlan Silva também elogiou a ação do Tribunal de Justiça e se colocou à disposição para ajudar de alguma forma para o novo espaço.

O assessor-chefe Militar do TJAC, capitão Aguiar ressaltou que os agentes de segurança ainda serão orientados para aguardarem o início das audiências na sala de espera. “É um espaço destinado a toda rede de segurança. É um benefício muito grande para a polícia”, comentou.

Os prédios da Cidade da Justiça vêm passado por estruturação nessa nova gestão do TJAC para acomodar adequadamente a todos os cidadãos que necessitam dos serviços do Judiciário.

 

Postado em: Notícias | Tags:

Fonte: Ex. DIINS - Diretoria de Informação institucional Atualizado em 03/05/2017