Corregedor destaca trabalho social do Projeto Cidadão

RIO BRANCO, AC – O corregedor geral da Justiça, desembargador Arquilau de Castro Melo, ao finalizar a última etapa deste ano do Projeto Cidadão, destacou a importância do trabalho que vem sendo realizado na capital e no interior, o apoio dos parceiros do projeto e fato de que todos os atendimentos são gratuitos. No projeto cidadão do Fórum Barão do Rio Branco também foram realizados todos os atendimentos da área jurídica, do casamento ao reconhecimento de paternidade, com participação direta dos juizes que atuam nas diversas Varas do Fórum. “São dez anos de muito entusiasmo, há uma década vem dando certo este projeto, não importa o partido que esteja governando o Estado, pois já trabalhamos em vários mandatos de partidos diferentes e sempre tivemos bons resultados. Este trabalho fazemos porque gostamos, já que não ganhamos a mais por isso”, destacou o corregedor. O desembargador comentou que já há um novo projeto para o próximo ano:“Tão logo comece as aulas, nós vamos formalizar um programa que já acertamos. O programa autoriza que os diretores das escolas, e as duas secretarias, Municipal e Estadual de Educação, emitam registros de nascimento de crianças que tenham até 12 anos”, ressaltou o desembargador. Em comemoração aos 10 anos do Projeto Cidadão, a coordenação do projeto oferecerá no próximo dia 28 uma grande festa para premiar os parceiros e todas as pessoas que trabalham no projeto. A festa acontecerá no Buffet Classe A, a partir das 20 horas. O que é o Projeto Cidadão? – O Projeto Cidadão é um trabalho social que o Tribunal de Justiça do Estado do Acre realiza em parceria com órgãos federais, estaduais, municipais e não-governamentais. A finalidade dessa ação é assegurar à população de menor poder aquisitivo, principalmente, o direito à documentação básica, bem como o acesso rápido e gratuito aos serviços públicos, segurança, trabalho, enfim, toda área social. Tudo sem burocracia e proporcionando à população da Capital e Interior do Estado inúmeros serviços, são eles emissão de documentos (registro civil, casamento, reconhecimento de paternidade, divórcio e separações consensuais, registro de firma e autenticação de documentos, registro de associações atas e estatutos , carteira de identidade, CPF, alistamento militar, alistamento eleitoral. Fonte: www.noticiasdahora.com

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 26/12/2005