Acusadas por morte de companheira de cela são ouvidas em audiência de instrução

Além das duas mulheres, três testemunhas também prestaram depoimentos. O crime ocorreu no dia 22 de novembro de 2020.

Duas mulheres privadas de liberdade, acusadas de matarem uma colega de cela, na unidade feminina do Presídio Francisco de Oliveira Conde, foram ouvidas em audiência de instrução, nesta quarta-feira, 17, pelo Juízo da 1ª Vara do Tribunal do Júri. Além das duas mulheres, três testemunhas também prestaram depoimentos. O crime ocorreu no dia 22 de novembro de 2020.

Segundo a denúncia, as três presas tiveram uma discussão. As acusadas utilizaram-se de uma lâmina, de um aparelho de barbear, para praticar o crime. Uma das acusadas desferiu um golpe profundo no pescoço da vítima e depois, a outra acusada, cortou os dois pulsos da companheira de cela.

Para o Ministério Público do Acre, as denunciadas praticaram o crime mediante emprego de recurso que dificultou a defesa da vítima, já que as acusadas se utilizaram do elemento surpresa para imobilizarem a vítima, antes de matá-la, e pede condenação das duas pelo Tribunal do Júri.

A decisão de pronúncia, pela juíza de Direito Luana Campos, deve sair até o final da semana

 

 

 

Assessoria | Comunicação TJAC