Visita é um estímulo para o crescimento do Estado, diz Jorge Viana

O governador Jorge Viana participou da solenidade de assinatura das obras da nova sede do TJ acompanhado da filha mais velha Marian Brilhante Viana. Aos 17 anos, Marian estuda Direito. O governador disse que pediu à filha que o acompanhasse na recepção a Ellen Gracie, na pessoa de quem, em sua opinião, o país resgata um débito secular de gênero. “Com a chegada da senhora à mais alta Corte do País, o Brasil começa a pagar uma dívida histórica com as mulheres”, disse o governador, fazendo referência às demais mulheres presentes, citando especialmente as deputadas Perpétua Almeida e Naluh Gouveia e a ex-procuradora do Ministério Público Estadual, Teka Galvão, esposa do ministro aposentado Ilmar Galvão. Viana recordou que o Acre foi o primeiro Estado a ter uma mulher como desembargadora (Miracele Lopes) e governadora (Iolanda Fleming). Ao citar a obra, afirmou que uma sede nova para o TJ “é uma necessidade para o Estado”. O Acre, lembrou Viana em seu discurso, lutou para ter governo e agora passa um novo momento, em que o esforço das instituições é o grande gerador do desenvolvimento em curso. “Agora, as instituições estão todas funcionando”, afirmou. Segundo o governador, a visita de Ellen Gracie ao Acre – primeiro estado que visita oficialmente como presidente do STF – é um estímulo importante e mostra a importância do Acre no cenário nacional. “É importante percebermos que o Acre, nos últimos anos, deixou de ser visto como um estado de vergonha, para ser referência em várias áreas e a visita da ministra nos mostra a importância desse novo momento que o Estado vive”, disse.

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 06/06/2006