Varas de Família da Capital são contempladas com novos computadores

Dando continuidade à política de investimentos na modernização do Judiciário, o Tribunal de Justiça do Estado do Acre realizou mais uma etapa do processo de substituição e/ou acréscimo de equipamentos doados pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Nesta fase foram contempladas as 1ª, 2ª e 3ª Varas de Família da Comarca de Rio Branco. Nestas unidades, foram substituídos 11 computadores de um total de 43 já existentes.

Este importante projeto do TJAC busca dar maior rapidez e eficiência do Poder Judiciário, além de conferir uma maior automação da Justiça. É um grande investimento pois contempla as três Varas de Família da Capital numa mesma ação.

Nos últimos meses, outras comarcas da Capital e do interior foram contempladas. Em Rio Branco, nas Varas de Infância e Juventude foram substituídos 14 num total de 38 já instalados. Na Comarca de Brasiléia, 32 computadores foram substituídos, de um total de 56 equipamentos. Já na Comarca de Epitaciolândia, dos 28 computadores existentes, nove foram substituídos de uma só vez.

Os novos computadores irão contribuir para a modernização e aperfeiçoamento do Judiciário Acreano, proporcionando maior agilidade à tramitação dos processos e, com isso, irão garantir mais qualidade e eficiência à prestação de serviços ao cidadão.

Parceria com o CNJ

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) investiu, nos últimos três anos, R$ 106 milhões em tecnologia da informação em diversos tribunais do País.

A maior parte dos recursos, 90%, foi destinada aos tribunais estaduais, com o intuito de modernizar e aperfeiçoar o Judiciário e proporcionar mais agilidade à tramitação dos processos.

O Tribunal de Justiça do Acre figura mais uma vez entre os Tribunais Estaduais contemplados com a distribuição de equipamentos de informática.

Desta vez, houve a doação de computadores desktops, no-breaks e aceleradores de wan (para aumentar velocidade da Internet).

Já houve recentemente investimentos semelhantes na Central de Mandados (Ceman) e na Contadoria do Foro da Comarca de Rio Branco.

Pelo sexto ano consecutivo, o TJAC vem fazendo a distribuição conforme a cartilha apresentada pelo CNJ. O documento prevê que esses equipamentos sejam instalados somente em unidades de 1º Grau.

Eles continuarão sendo entregues gradativamente nas comarcas da Capital e interior do Estado – conforme as demandas e necessidades.

Postado em: Notícias | Tags:,

Fonte: Atualizado em 14/10/2014