Tribunal do Júri condena acusado de assassinato por tráfico de drogas

Em sessão realizada na quinta-feira (3), o Conselho de Sentença do Tribunal do Júri da Comarca de Rio Branco condenou a 18 anos de prisão, em regime fechado, Alexandre Silva de Lima, acusado de assassinar a tiros o boliviano Jonny Salez Roca, crime ocorrido no dia 7 de março de 2007 (processo nº 001.07.006688-5).  

No mesmo julgamento os jurados decidiram absolver os acusados Cleivisson da Costa Oliveira e Antonio Ramires de Almeida Arante, denunciados pelo Ministério Público como co-autores do homicídio.

Os demais acusados de participar do crime, Cleuson da Silva Pinto e Raimundo Marques da Costa, aguardam julgamento, enquanto que Francirley Barroso dos Santos e Antonio Francisco da Costa Mesquita foram impronunciados pelo Juízo.

O crime

De acordo com a denúncia, o crime aconteceu por volta das 20h30 do dia 7 de março de 2007, em um imóvel localizado no Distrito Industrial de Rio Branco. Jonny Salez Rocca e um amigo de nome José Pereira de Carvalho se encontravam no local (residência de Rocca), quando foram surpreendidos pelos acusados que os executaram supostamente em um acerto de contas envolvendo o tráfico de entorpecentes.

A sessão de julgamento, que durou doze horas e cinqüenta minutos, foi presidida pelo Juiz de Direito Substituto Gustavo Sirena. O Ministério Público foi representado pelo Promotor Público Rodrigo Curti e a defesa dos réus foi patrocinada pelos advogados Silvano Santiago, Sérgio Farias e César Calixto.

 

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 04/02/2010