Tribunal de Justiça entrega novo Fórum Criminal à comunidade de Rio Branco

Em um concorrido evento organizado na sede da Cidade da Justiça de Rio Branco, o Tribunal de Justiça do Acre entregou à comunidade nesta sexta-feira (12) o novo Fórum Criminal.

A cerimônia foi conduzida pelo desembargador-presidente Roberto Barros e teve as presenças dos principais representantes das instituições do Estado, membros da Corte de Justiça Acreana e magistrados, além de servidores e colaboradores do Tribunal.

“Este empreendimento vai contribuir para tornar a nossa Justiça ainda mais célere e eficiente. Queremos manifestar aqui nosso reconhecimento à gestão do desembargador Roberto Barros e a outras que a antecederam, as quais têm trabalho para melhorar o nosso trabalho”, afirmou o juiz Raimundo Nonato, presidente da Associação dos Magistrados do Acre (Asmac) – o primeiro a discursar no evento.

O procurador geral da Justiça, Oswaldo D´Albuquerque, desejou “meus parabéns” e “o parabéns do Ministério Público do Estado por esta grande obra”.

O presidente (em exercício), da OAB-seccional Acre, Luiz Saraiva lembrou que o prédio recebeu o nome do desembargador Lourival Marques de Oliveira, “que representou tão bem a classe dos advogados”.

O governador do Estado, Tião Viana, destacou a importância do complexo arquitetônico para a comunidade local. “Este é o endereço da cidadania, aonde as pessoas virão para resolver seus conflitos em um espaço amplo e moderno e de acolhimento”, disse ele.

Para o chefe do executivo municipal, Marcus Alexandre, o empreendimento sintetiza a perspectiva democrática que tem despontado na cidade. “Este prédio significa que as instituições estão avançando no processo democrático e concorrendo para o desenvolvimento de Rio Branco”.

Hasteamento de bandeiras e homenagens

Roberto Barros e Tião Viana conduziram o ato de hasteamento de bandeiras.

Em seguida, o desembargador-presidente procedeu com uma homenagem especial ao chefe do executivo estadual e ao prefeito Marcus Alexandre.

Ambos receberam a Medalha do Cinquentenário, confeccionada exclusivamente para enaltecer os 50 anos de instalação do TJAC.

A comenda é conferida às pessoas com destacada dedicação e serviços prestados à instituição, ao longo de anos de trabalho.

O presidente da Corte justificou a entrega da Medalha em virtude da colaboração que essas autoridades têm dado, inclusive com a alocação de recursos para obras e ações do Judiciário.

Após a assinatura do ato de instalação do novo Fórum Criminal de Rio Branco, foi concedida a fala à professora Edir Marques, viúva do desembargador Lourival Marques de Oliveira, cujo nome foi colocado no novo Fórum.

Morto em maio do ano passado, ele foi lembrado por diversas vezes e por várias autoridades durante a solenidade.

Emocionada pela homenagem ao marido, Edir Marques fez um relato da história de vida do marido que, segundo ela, sempre esteve ao seu lado e trabalhou o quanto pôde pelo bem da família e da Justiça Acreana, a fim de que ela despontasse não só no Estado, mas no Brasil.

A professora disse ainda que o espírito de Lourival Marques estava ali, sentado ao seu lado, de modo que “a homenagem é ao vivo” e que “as lembranças de sua história de vida não serão jamais apagadas”.

Discurso especial e encerramento

Antes de seguir para o corte da fita inaugural e descerramento da placa alusiva à entrega a obra junto com os convidados, o presidente do TJAC fez um discurso especial.

Ele agradeceu o apoio recebido pelas funções essenciais da Justiça (MPAC, OAB/AC e Defensoria Pública); pelos membros da Corte de Justiça do Acre; pelos magistrados e servidores; pelos parceiros (Estado, Município etc) e por sua equipe de trabalho (diretores, assessores e secretários). O desembargador agradeceu ainda àqueles a quem chamou de “invisíveis”, pois “não são vistos no dia-a-dia pela maioria, mas são os que trabalham duro, até os últimos momentos, para que tudo esteja limpo, organizado e apresentável”, ressaltou.

Ao assinalar todas as etapas e obstáculos que foram superados para que o ‘sonho’ se materializasse, Roberto Barros lembrou o quão a responsabilidade do cargo consome horas de trabalho e de dedicação e lhe furta de momentos importantes com os familiares. “Vai muito além do pagamento de folha e de compromissos burocráticos”, frisou.

O desembargador-presidente assinalou o que representa o novo Fórum para a Magistratura Acreana. “Este prédio significa o fortalecimento e engrandecimento do Poder Judiciário do Acre, o qual presta serviços públicos de qualidade aos cidadãos, algo já reconhecido até nacionalmente pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ)”, falou.

Por fim, ele demonstrou felicidade ao considerar que “este desafio está vencido” e que “venham os próximos”.

A solenidade terminou com uma visita às dependências do novo Fórum Criminal de Rio Branco.

Novo Fórum Criminal

O novo Fórum Criminal da Comarca de Rio Branco é o primeiro bloco da Cidade da Justiça e será formado por cinco pavimentos, em um total de 5.070 m² de área construída. Ao todo, no prédio funcionarão 12 unidades criminais da Capital. O prédio possui um ambiente amplo, funcional e com melhor acessibilidade, o que possibilitará uma prestação jurisdicional mais adequada e eficiente aos cidadãos acreanos.

Um vídeo dá uma idéia do tamanho do Complexo Arquitetônico, que já chama a atenção dos cidadãos da Capital.

Postado em: Notícias | Tags:

Fonte: Atualizado em 19/12/2014