Tribunal de Justiça do Acre treina tabeliões para aumentar eficiência de cartórios

Constituição Federal define a fiscalização dos serviços notariais e de registros como missão do Poder Judiciário.

Os cartórios do Acre estão em plena fase de modernização. A implantação do Sistema Extrajud está em andamento, ou seja, o fluxo dos dados das serventias extrajudiciais de todo o Estado está sendo integrado pelo uso do software. A inovação tem o principal objetivo de aumentar a eficiência dessa atividade, por isso o Tribunal de Justiça do Estado do Acre (TJAC) ofereceu capacitação nesse sistema, na manhã desta quarta-feira, 27.

Para tanto, a Corregedoria-Geral do TJAC convocou todos os responsáveis pelos serviços notariais e de registro para se capacitarem para o uso do programa. O aprendizado reuniu, na Escola do Poder Judiciário, os delegatários, interinos e servidores das 31 unidades em atividade no Acre.

O desembargador Júnior Alberto, corregedor-geral da Justiça, destacou que o software foi desenvolvido pela equipe de tecnologia da informação do TJAC e a meta é obter excelência na sua operacionalidade.

“Estamos dando continuidade a uma medida compromissada, que se iniciou em gestões anteriores. Vamos avançar para que seja alcançado um novo patamar na qualidade do atendimento ao cidadão, transparência, segurança jurídica e eficiência”, declarou o corregedor.

Diálogo transversal

Desde o início da nova gestão do TJAC, já foram realizadas correições em várias Comarcas. Nessa oportunidade foi possível adquirir um conhecimento aprofundado da realidade local, bem como consolidar um balanço do trabalho desenvolvido.

As inspeções somaram-se ao constante diálogo desenvolvido pela Corregedoria-Geral da Justiça e foi assim que se percebeu a necessidade de um treinamento. A oportunidade foi muito bem aproveitada pelos participantes, que esclareceram suas dúvidas, conheceram detalhes das ferramentas e apontaram sugestões para os desenvolvedores.

Modernizando rotinas

O facilitador Igor Oliveira, um dos desenvolvedores da equipe técnica do TJAC, explicou as funcionalidades do ambiente virtual. Ele garantiu que a interface do Sistema Extrajud é intuitiva e cumpre a missão de simplificar a rotina notarial, automatizando tarefas.

Nessa sistematização, o estoque de selos (usados para conferir autenticidade aos documentos), o andamento dos atos, relatórios e o conhecimento de fundos pendentes estão explícitos para o usuário, soluções tecnológicas para otimizar o controle dos procedimentos.

Além de poder transmitir informações e organizar a contabilidade da serventia extrajudicial, é possível ainda fazer consultas, receber atualizações e avisos da Corregedoria.

Postado em: Galeria, Notícias | Tags: