Tribunal de Justiça do Acre inicia 2ª fase do mapeamento de competências com gestores

Ação visa estimular a autorreflexão nos gestores sobre suas habilidades e dificuldades, para promover o aprimoramento contínuo dos serviços jurisdicionais prestados


Com objetivo de agenciar e aproveitar da melhor maneira as habilidades e conhecimentos de servidores e magistrados, o Tribunal de Justiça do Acre (TJAC) está realizando processo de mapeamento de competências com os gestores judiciais e administrativos. Na quarta-feira, 19, a equipe da Diretoria de Gestão de Pessoas (Dipes) inicia a 2º fase desse trabalho: as reuniões setoriais com os gestores.

Os encontros online desta 2ª etapa seguem até o dia 24 de setembro. Dessa forma, serão atendidas todas as unidades do Judiciário, dos 1º e 2º Grau, assim como, as comarcas do interior do estado. As conversas entre os administradores dos setores e a equipe da Dipes têm intuito de estimular uma autorreflexão nos participantes sobre suas capacidades e dificuldades.

Valorização funcional

Esse mapeamento, feito inicialmente somente com gestores, faz parte do Planejamento Estratégico do Tribunal de Justiça, além de atender a Resolução n.° 192 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). A recomendação nacional orienta que todos os tribunais gerenciem as competências de seus integrantes para promover valorização funcional e garantir o aprimoramento contínuo dos serviços prestados.

Para a diretora da Dipes, Ana Poersch, o trabalho é essencial na medida que contribui com a promoção e o desenvolvimento individual e coletivo das pessoas. “Nessa 2ª fase, vamos validar as questões que abordamos anteriormente na pesquisa e proporcionarmos um momento de autorreflexão. Será importante fazermos essa troca, esse diálogo essa construção coletiva”, comentou.

1º Ciclo do mapeamento

A 1ª fase da atividade aconteceu entre os dias 25 de maio e 10 de junho deste ano, quando foi disponibilizado questionário aos gestores, para cada um avaliar suas habilidades nas áreas de: gestão; liderança; comunicação; comprometimento; conhecimento técnico, sistêmico e analítico; e inovação.

A pesquisa, desenvolvida inteiramente por Grupo de Trabalho de servidores do TJAC, teve adesão de 79,32% dos gestores, obtendo dados de todas as unidades do estado. Dos 179 formulários enviados, 142 gestores responderam a pesquisa. O dado revela o compromisso das pessoas com o aprimoramento de seus serviços.

Depois de finalizada as reuniões será iniciado a 3ª fase de trabalho, que buscará implementar em conjunto com a Escola do Poder Judiciário do Acre (Esjud) programas de desenvolvimento de competências.

Postado em: Galeria, Notícias | Tags:, ,

Fonte: Atualizado em 19/08/2020