TJAC virtualiza 17 unidades da Comarca de Rio Branco

Nem terminou o ano, mas o Tribunal de Justiça do Acre já pode fazer um balanço positivo do processo de virtualização. Considerada umas das prioridades da atual administração, a meta envolve as unidades judiciárias da Capital e do interior do Estado.

De um total de 29 unidades de Rio Branco, 17 já foram virtualizadas, o que equivale a mais da metade para o previsto até o dia 31 de dezembro de 2011.

Pelos números alcançados até o momento, a expectativa da Direção do TJAC é de que até o fim de 2012 todas as unidades do Poder Judiciário Acreano passem a usufruir dos benefícios do processo em meio eletrônico.

Para intensificar essa meta, o Tribunal constituiu uma equipe de servidores que, por meio trabalho concentrado, continuarão digitalizando os processos mesmo em face do recesso forense.

Atualmente a Comarca de Rio Branco possui 17 unidades virtualizadas porque algumas delas, como a Vara de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher, a 2ª Vara do Tribunal do Júri, a Vara de Execução Fiscal e a Vara de Execução de Penas e Medidas Alternativas já nasceram virtuais, ou seja, não passaram pela etapa de digitalização de processos.

Nos próximos dias, mais duas unidades estarão virtualizadas: a 1ª e a 2ª Varas Criminais.

Benefícios aos cidadãos

O processo de virtualização trará muitos benefícios aos cidadãos acreanos, como a celeridade na tramitação processual, que pode chegar a 70% em relação ao trâmite tradicional.

Além disso, haverá maior transparência na relação da população com a Justiça, já que será assegurada a disponibilidade de acesso integral dos processos por meio da Internet.

A virtualização também propicia maior segurança, já que utiliza a certificação digital. Por fim, proporciona economia, por não haver utilização do papel, e diminuição de espaço e de recursos, que podem chegar a 40%, de acordo com um estudo do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 19/12/2011