TJAC vai utilizar rede de satélites para interligar Comarcas mais distantes

Para mitigar a barreira geográfica que isola as comarcas mais remotas do Estado, o Tribunal de Justiça do Acre passará a utilizar em breve uma rede de satélites. As antenas serão instaladas por equipe do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e fazem parte do projeto de integração da Amazônia Legal – que inclui também os estados do Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará e Roraima.

A parceria firmada em 2010 entre o CNJ e o Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam) vai possibilitar a chegada da Internet banda larga e melhorar a comunicação entre os sete tribunais de Justiça da região Norte que integram a Amazônia Legal.

Um projeto-piloto será desenvolvido nas comarcas de Assis Brasil (AC), Vitória do Jarí (AM), Benjamim Constant (AM), Alto Parnaíba (MA), Tabaporã (MT), Jacareacanga (PA), Caracaraí (RR) e em um barco da Justiça Itinerante no Amapá. No Acre, as antenas devem ser instaladas nos próximos meses, e devem garantir a comunicação simultânea de voz e dados, via Internet.

O convênio assinado pelo Conselho Nacional de Justiça prevê a instalação de 200 antenas em comarcas da região Norte.

A instalação dos equipamentos faz parte do Acordo de Cooperação Técnica firmado em 2009 entre o Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam), órgão vinculado à Casa Civil da Presidência da República e o Conselho Nacional de Justiça.

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 25/01/2011