TJAC realiza atividades de prevenção à covid-19 com membros do Tribunal do Júri

Jurados da 2ª Vara do Tribunal do Júri e Auditoria Militar fizeram testes rápidos para a doença. Nenhum caso foi registrado, 2 jurados descobriram que são imunes ao coronavírus

O coordenador do Comitê Local de Atenção à Saúde do Tribunal de Justiça do Acre, desembargador Luís Camolez, participou na manhã desta sexta-feira, 11, da atividade voltada à prevenção do contágio pelo coronavírus entre os jurados da 2ª  Vara do Tribunal do Júri e Auditoria Militar. 

A Blitz de Saúde, iniciativa do Centro Médico do TJAC, contou com a participação do médico titular da unidade, Fabrício Lemos, que, por cerca de 40 minutos, explicou aspectos pouco conhecidos sobre o coronavírus, as principais recomendações médicas, a rapidez da evolução da doença, além de lembrar dos cuidados básicos em higiene, como lavar as mãos com sabonete e da utilização de álcool em gel  e dos EPI’s (Equipamentos de Proteção Individual).

Na ocasião, foram realizados testes rápidos em 24 jurados do Conselho de Sentença, servidores, magistrado, assessoria militar e colaboradores, sob supervisão do gerente de qualidade de vida do TJAC, Leopoldo Pina Neto. Todos os testes tiveram resultado negativo para covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus. E uma surpresa: os resultados identificaram 2 jurados que apresentam imunidade natural contra o novo coronavírus.

O desembargador Luís Camolez destacou a importância das atividades desenvolvidas pelas Varas do Tribunal do Júri e a preocupação do TJAC com a saúde dos jurados e a disseminação de notícias falsas sobre a doença.

“A importância dos senhores jurados é muito grande. Notadamente nos dias de hoje. Nós temos duas complicações maiores aqui no estado do Acre em relação ao júri. Primeiro são as facções, não bastando isso, a pandemia. Nossa preocupação é enaltecer e exaltar a função dos senhores aqui no Júri, os senhores são os juízes. Hoje o médico do Tribunal está aqui para dar orientações sobre o coronavírus. Em razão das ações da Gevid, nós não perdemos nenhum funcionário, juiz, desembargador, graças a Deus. Nós trouxemos os testes rápidos e o Dr. Fabrício Lemos, médico do TJAC, vai explicar para os senhores sobre os procedimentos, cuidados que devem ser observados para evitar a infecção”, disse o magistrado de 2º grau. 

Por sua vez, o médico Fabrício Lemos, do TJAC, falou sobre o atual panorama da doença, o perigo de se confundir covid-19 com outras doenças respiratórias típicas do verão amazônico e, claro, como evitar o contágio comunitário pelo novo coronavírus.

Segundo o médico, há novamente um aumento crescente de casos de covid-19, dos óbitos e da ocupação de leitos de UTI. Junho e julho foram meses críticos, mas segundo ele, agosto relaxou um pouco, mas agora em setembro os casos voltaram a subir.  “Nosso medo é que haja uma segunda onda no estado do Acre  e para que isso não aconteça todos temos que fazer o ‘dever de casa’, usar máscara, álcool em gel, higienizar bem as mãos, elas são o principal vetor de propagação da doença, além de poder identificar o mais cedo possível aquelas pessoas que estão infectadas”, disse.

“Nós estamos agora em  setembro, com queimadas, fumaça, clima seco, sem chuva. É o clima das enfermidades respiratórias, bronquites, asma, pneumonia, isso confunde muito com a covid, porque os sintomas são muito parecidos. E a covid evolui muito rápido, é fundamental não demorar para procurar ajuda. Nós queremos orientá-los e fazer hoje esses testes rápidos para identificar possíveis casos. Nós estamos aqui para servi-los e ajudá-los, queremos estar próximos de vocês”, reforçou o médico Fabrício Lemos. 

Para o jurado W. F., 40, a atividade foi de grande importância, pois proporcionou aos membros do Conselho de Sentença do Tribunal do Júri, mais segurança para realização das atividades essenciais do Tribunal do Júri.

“Confesso que, por ser da área da Saúde, fiquei bastante apreensivo, mas quando nós chegamos aqui e vimos a logística da coisa acontecendo, o cuidado, álcool em gel, o distanciamento, pois ficamos em uma área separada, o coração se confortou mais um pouco. Nós notamos a preocupação que o Tribunal está tendo para conosco, para com o corpo de jurados. Gostaria de agradecer o Judiciário por essa preocupação conosco e algo muito importante. Tenho certeza que, depois desses testes, nós vamos estar mais confortáveis em estar aqui prestando esse serviço à sociedade”, comentou.

Blitz de Saúde

O gerente de qualidade de vida do TJAC, Leopoldo Pina Neto, se disse feliz pelo sucesso da atividade desenvolvida e ressaltou que as Blitz de Saúde, projeto que até o início da Pandemia levava serviços de saúde aos Fóruns, atendendo os servidores e magistrados serão agora retomados.

“É com muita honra que a gente retorna com esse projeto, que foi parado por causa da Pandemia. Hoje nós estamos retomando essa ação, disponibilizando testes rápidos para os jurados, servidores, magistrado. O TJAC, por meio da Resolução nº 33/2020, com o retorno parcial das atividades, adquiriu os EPI´s, que são fundamentais para a prevenção. Então, é um cuidado a mais porque, afinal de contas, esse é um momento de cuidados, de prevenção”, concluiu.

Postado em: Galeria, Notícias | Tags:, , ,

Fonte: GECOM Atualizado em 11/09/2020