TJAC realiza abertura do Fórum Estadual dos Juizados Especiais

O Tribunal de Justiça do Acre, por meio da Coordenadoria dos Juizados Especiais, deu início na manhã desta quinta-feira (21) ao Fórum Estadual dos Juizados Especiais, em Rio Branco.

Magistrados de todo o Estado que atuam no âmbito dos Juizados Especiais estarão reunidos durante todo o dia, na sala de aula da Escola Superior da Magistratura do Acre (Esmac).

O desembargador-presidente Adair Longuini prestigiou a abertura e ressaltou o significado do evento. “Este encontro é de grande importância, pois os magistrados poderão compartilhar realidades, dificuldades e também suas boas experiências. Quero parabenizar o desembargador Roberto Barros por esta iniciativa, visto que essa atividade não acontecia há mais de 10 anos”, afirmou.

Coordenador dos Juizados Especiais, Roberto Barros está conduzindo a atividade. “Quero agradecer à Direção do TJAC pelo apoio e a todos quantos contribuíram para que ele acontecesse. O objetivo deste primeiro Fórum é que nos conheçamos melhor, troquemos experiências, e consigamos traçar um panorama do funcionamento de todos os juizados”, disse o desembargador.

O desembargador lembrou ainda a parceria com a Justiça Federal do Acre, que participa da atividade, sendo representada pelo juiz Régis Araújo.

O coordenador científico do evento, o juiz Giordane Dourado, titular do 3º Juizado Especial Cível da Capital, assinalou que o evento terá dois propósitos. “Teremos dois pontos principais, o da conexão e da descrição. Por meio do diálogo que iremos firmar aqui, com o compartilhamento de idéias e informações, estaremos conectados. Depois descreveremos a situação dos juizados, quais as boas práticas, como os cidadãos nos enxergam”, explicou.

O juiz federal Régis Araújo agradeceu pelo convite e afirmou que “a Justiça Federal está de portas abertas para o Judiciário Estadual, sendo honrosa a iniciativa de estreitar relações institucionais e compartilhar práticas de trabalho.”

Entre outros temas, o fórum discutirá o panorama atual dos Juizados no Estado, a execução e o gerenciamento do seu Planejamento Estratégico, com o objetivo de alinhar o trabalho destas unidades e aperfeiçoar a prestação jurisdicional oferecida por elas à população.

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Atualizado em 07/07/2015