TJAC promove encerramento da 5ª Edição do Projeto Cidadania e Justiça na Escola

O projeto tem como objetivo central conscientizar crianças sobre democracia, direitos e deveres, a estrutura e as atribuições do Poder Judiciário.

O Tribunal de Justiça do Acre, por meio da Escola do Poder Judiciário (Esjud), realizou na manhã desta terça-feira (13), o encerramento da 5ª edição do projeto Cidadania e Justiça na Escola. Alunos e professores das 14 escolas visitadas pela equipe do projeto no decorrer do ano de 2016 lotaram o auditório do Palácio da Justiça, Centro Cultural do Tribunal, onde ocorreu o evento. O projeto tem como objetivo central conscientizar crianças sobre democracia, direitos e deveres, a estrutura e as atribuições do Poder Judiciário.

encerramento_cidadania_escola_2016_tjac_35

O ato foi conduzido pela desembargadora-presidente Cezarinete Angelim. Compuseram a mesa de honra o diretor da Escola do Poder Judiciário (Esjud), desembargador Samoel Evangelista; a coordenadora executiva do projeto, desembargadora Regina Ferrari; A juíza-auxiliar da Presidência, Mirla Regina; o presidente da Associação de Magistrados do Acre (Asmac), juiz de Direito Giordani Dourado; o prefeito de Rio Branco, Marcus Alexandre, acompanhado do secretário municipal de educação, Márcio Batista; e o promotor de Justiça Marcos Aurélio, representando o Ministério Público do Acre.

Os juízes de Direito Élcio Sabo; Marcelo Coelho; Marcelo Badaró, Thaís Kalil; diretores; secretários; gerentes; assessores e colaboradores da atual gestão também marcaram presença.

encerramento_cidadania_escola_2016_tjac_14

A cerimônia teve início com a apresentação do Hino Nacional pela banda de música da Polícia Militar, despertando nos presentes o espirito de Justiça e Cidadania. Em coro, o público presente acompanhou a execução de toda a letra.

A desembargadora-presidente Cezarinete Angelim saudou os presentes e reconheceu publicamente a importância das parcerias firmadas, sobretudo com a Prefeitura de Rio Branco, para manter o Projeto. “Agradecemos ao prefeito Marcus Alexandre por ter abraçado essa importante missão junto com o Poder Judiciário, que é formar cidadãos de bem”, disse a presidente do TJAC, parabenizando ainda aos professores pelo excelente trabalho realizado com as crianças da rede municipal de ensino.

encerramento_cidadania_escola_2016_tjac_24

Após saudar o público, a coordenadora executiva do projeto, desembargadora Regina Ferrari, se dirigiu diretamente aos alunos. “Queremos dizer a todos que estudem muito, que sejam bons, que queiram ser grandes para construir uma cidade, um estado, e um país onde haja paz e justiça”.

O prefeito Marcos Alexandre expressou a sua gratidão pela atual gestão e falou sobre a importante parceria mantida pelo Ente Público municipal com o Judiciário Acreano. “Presidente Cezarinete Angelim receba a gratidão de todo o povo de Rio Branco e da Prefeitura de Rio Branco”, frisou, destacando estar orgulhoso pelo trabalho realizado conjuntamente em prol das crianças.

O presidente da Esjud, desembargador Samoel Evangelista, registrou o importante apoio dos magistrados que participam do programa, ministrando palestras. “A semente foi plantada, esperamos que o solo seja fértil, para germinar uma sociedade mais justa e fraterna”, declarou.

O presidente da Asmac, Giordani Dourado, interagiu com a classe estudantil presente e disse que “o conhecimento é o que vai ajudar aos estudantes de hoje a construir um futuro melhor”.

Estudantes premiadas

Durante a ocasião foram premiadas as três alunas vencedoras do Concurso de Redação. Elas tiveram de elaborar uma redação com o tema “Cidadania e Justiça na Escola”.

A estudante Narriman Lafuente Conduta, aluna da Escola Municipal Chico Mendes, foi o 1º lugar dentre todas as redações. O 2º lugar foi para a estudante Lívia Beatriz Lima de Melo, da Escola Municipal Anice Adib Jatene; e o 3º lugar ficou com a estudante Rebeca Moreira Diniz, da Escola Municipal Francisco Bacurau. Todas as vencedoras cursam o 5º ano do ensino fundamental e foram premiadas pela coordenação do projeto.

As entidades parceiras também receberam certificados pelo importante trabalho desenvolvido em prol da Justiça e Cidadania na Escola.

encerramento_cidadania_escola_2016_tjac_28

Sobre o projeto

O Cidadania e Justiça na Escola está vinculado ao programa “Justiça e Cidadania Também se Aprendem na Escola”, criado e implementado nacionalmente pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) e tem por objetivo a conscientização de crianças sobre democracia, direitos e deveres, bem como sobre a estrutura e as atribuições do Poder Judiciário.

O projeto matriz foi lançado em 1993 e desde então vem sendo difundido por todo o País. A edição acreana tem como proposta primordial complementar o ensino, estabelecendo relações entre o conteúdo curricular das escolas e as atividades do Poder Judiciário no contexto do regime democrático brasileiro.

As atividades envolvem a visita de magistrados e colaboradores ao ambiente escolar para a realização de palestras educativas. Em seguida, os alunos das escolas parceiras são convidados a conhecer a estrutura e funcionamento de algumas unidades estratégicas do Poder Judiciário. Os estudantes também participam da realização de atividades didático-culturais e júris simulados ao longo do desenvolvimento do projeto.

encerramento_cidadania_escola_2016_tjac_19

Postado em: Notícias | Tags:,

Fonte: Atualizado em 13/12/2016