TJAC lança pedra fundamental do novo Fórum de Feijó

Durante ato que contou com a participação de vários servidores da Justiça e de autoridades do Município de Feijó, dentre elas o Prefeito em exercício Claudio Braga, os Juízes de Direito Substitutos Shirlei Menezes e Manoel Pedroga, o Diretor Geral do Tribunal de Justiça, Carlos Afonso de Andrade, a Defensora Pública Vera Lúcia Bernardineli e o Promotor de Justiça Bernardo Fiterman, o Presidente do TJAC, Desembargador Pedro Ranzi, lançou no último final de semana a pedra fundamental do novo Fórum da Comarca.

O prédio, que está sendo construído com recursos próprios do Tribunal, tem um custo estimado em R$ 4.150 milhões e previsão de construção em sete meses. Depois de concluído, o novo Fórum abrigará uma Vara Criminal, uma Vara Cível, uma Vara da Infância e Juventude, um Juizado Especial Criminal e um Cível, um Tribunal do Júri com 100 lugares, sala da Diretoria do Foro, Cartório do Distribuidor, sala de arma, copa, bateria de banheiros, garagem, bicicletário e estacionamento com capacidade para 50 veículos.

A área onde está sendo erguido o novo Fórum Dr. Quirino Lucas de Moraes possui 7.258,26 m2, fica localizada à Rua 21 de Dezembro, Setor 6, Quadra 25, Bairro Nair Araújo, e foi doada pela Prefeitura do Município, conforme a Lei Municipal nº 455/09, de 10 de junho deste ano, aprovada pela Câmara de Feijó.

"A construção do novo Fórum é um sonho antigo dos nossos servidores e, depois de concluído, o prédio será motivo de orgulho para o Judiciário, que funcionará em modernas instalações e receberá com mais conforto os cidadãos", afirmou Pedro Ranzi.

Nesse empreendimento, além de ter se preocupado com a adequação da obra aos modernos padrões de Engenharia e Arquitetura, o Tribunal de Justiça também recomendou à empresa vencedora do processo licitatório que utilize mão-de-obra local, bem como faça a aquisição do material necessário à construção na própria cidade, como forma de aquecer o comércio da região.

 

Leia mais:

 

 

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Publicado em 02/12/2009