TJAC lança pedra fundamental do Fórum da Comarca de Rodrigues Alves

O Tribunal de Justiça do Acre lançou nessa quinta-feira (31) a pedra fundamental do Fórum da Comarca de Rodrigues Alves, distante cerca de 600 km da Capital Rio Branco.

A atividade fez parte da agenda institucional no Vale do Juruá e foi conduzida nessa quinta-feira (31) pelo desembargador-presidente Adair Longuini. Os desembargadores Arquilau Melo e Cezarinete Angelim também prestigiaram o ato, no qual também estiveram presentes o juiz-auxiliar da presidência, Laudivon Nogueira; o vice-governador César Messias, representando o governo do Acre; o vice-prefeito de Rodrigues Alves, Jailson Amorim; o prefeito de Cruzeiro do Sul, Vagner Sales, magistrados e outras autoridades.

“Quando soube que Rodrigues Alves possuía aproximadamente 15 mil habitantes, disse para minha equipe: já está na hora de pensarmos na construção de um Fórum. Hoje estamos aqui para dar início a esse projeto, que irá engrandecer o município e também o seu povo”, assinalou o desembargador-presidente Adair Longuini.

Ao elogiar a atual administração do TJAC, César Messias renovou o apoio governamental na consolidação da obra. “Estamos aqui hoje para reafirmar o compromisso assumido pelo governador Tião Viana na construção desse Fórum. Ao mesmo tempo, quero dizer ao presidente Longuini que o bom gestor é aquele que olha para o futuro. E foi isso que o senhor fez na sua administração, preparando o Judiciário para muito além do seu tempo”, disse o vice-governador do Estado.

Atualmente há no município apenas um Centro Integrado da Cidadania (CIC), sendo que a instalação da Comarca de Rodrigues Alves foi aprovada pelo Pleno Administrativo do TJAC após análise do processo administrativo nº 0003190-55.2009.8.01.0000, também em 1º de fevereiro de 2012.

“Essa pedra fundamental representa para a prefeitura e para o nosso povo o crescimento do nosso município e também da Justiça”, ressaltou o vice-prefeito de Rodrigues Alves, Jailson Amorim.

Titular da Comarca de Mâncio Lima e respondendo por Rodrigues Alves, a juíza Adamarcia Nascimento enfatizou em sua fala que “a população é merecedora de uma melhor prestação jurisdicional, o que passará a ocorrer com a construção de um Fórum e chegada de um magistrado fixo no município”.

A construção do Fórum de Rodrigues Alves está orçada em mais de R$ 3,5 milhões, será erguida com recursos do governo do Estado e terá a seguinte estrutura: varas Cível e Criminal, Juizados Cível e Criminal e uma Vara do Tribunal do Júri.

Postado em: Notícias | Tags: Sem tags

Fonte: Atualizado em 29/06/2015