TJAC investe em vigilância eletrônica na comarca de Cruzeiro do Sul

A Cidade da Justiça, em Cruzeiro do Sul já dispõe do sistema CFTV digital (Circuito Fechado de Televisão), em sistema de teste, que irá garantir uma segurança eletrônica visual, nas instalações e adjacências dos prédios do Tribunal de Justiça nos municípios do interior do Estado do Acre.

O sistema permitirá que a Assessoria Militar possa fazer controle do fluxo de pessoas nos prédios do TJAC, bem como, maximizar os níveis de segurança dos Magistrados, Servidores e Jurisdicionados.

O Tribunal de Justiça Acreano está investindo mais de R$ 700 mil na implantação dos sistemas de Alarme e o Circuito Fechado de Televisão (CFTV).

O investimento e a capacitação de pessoal com as novas tecnologias coloca o Tribunal de Justiça na frente de vários outros tribunais na busca pela segurança de todos.

“Nossa preocupação primeira é garantir a segurança dos usuários da Justiça, dos magistrados e dos servidores. Nós precisamos ter as condições necessárias para que as pessoas possam entrar nos fóruns e demais prédios com a sensação não apenas de serem bem acolhidas, mas de que estão em um ambiente seguro”, disse Roberto Barros, presidente do TJAC.

Como funciona o CFTV

O sistema de vigilância eletrônica ofertado na licitação foi desenvolvido em um dos Centros de Pesquisa mais avançados da América Latina, sendo composto de central de alarme monitorada com 18 zonas, sensor de barreira, sensor infravermelho passivo e sirene.

A central é protegida contra sabotagem, garantindo a comunicação mesmo com falha ou corte da linha telefônica. Permite, ainda, o acesso remoto através do celular e notificação via SMS.

O monitoramento e a gravação de imagens serão realizados por câmeras especiais de alta resolução, permitindo o acesso remoto, através de computadores, tablets e smartphones.

Dessa forma, o Tribunal também vai assumir todo o sistema de vigilância eletrônica, atualmente executado por empresa terceirizada, o que vai permitir uma economia de R$ 624 mil por ano.

Postado em: Notícias | Tags:,

Fonte: Atualizado em 17/10/2014