TJAC investe em tecnologia para garantir maior eficiência em serviços judiciais e administrativos

Iniciativa vai garantir aos cidadãos uma prestação jurisdicional mais célere e eficiente, bem como elevar a Instituição a patamar de excelência.

O Tribunal de Justiça do Acre investe em tecnologia como forma de impulsionar os serviços judiciais e administrativos, ao passo que promove o nivelamento de seus servidores nos mais diversos setores (diretorias, gerências, assessorias, secretarias etc), preparando-os para enfrentar os problemas, desafios e a nova realidade do contexto moderno.

Não é por acaso que o setor de tecnologia tem recebido atenção redobrada e investimentos constantes pela atual gestão do TJAC; uma receita simples de fazer mais com menos, e de forma inovadora. Exemplo disso é o Curso de Java, ministrado especialmente para os técnicos do Poder Judiciário Acreano, durante os meses de abril e maio deste ano. Nesse sentido, a eficiência tem sido umas das principais diretrizes colocadas em prática pela Administração.

A iniciativa é da própria Presidência do Tribunal que, com esforço concentrado, decidiu investir para que as diretorias, incluindo a Ditec, alcancem nível máximo de qualidade. Ainda nesse sentido, a desembargadora-presidente tem assinalado a importância de se alcançar autonomia e profissionalização, razão pela qual tem dotado os setores de treinamento, aperfeiçoamento técnico e capacitação permanentes.

custo_ditec_tjac_1

O treinamento vai garantir ao jurisdicionado uma prestação mais célere e eficiente, bem como elevar a Instituição a patamar de excelência.

Para ministrar o curso vieram ao Acre os instrutores da Caelum Ensino e Inovação, empresa reconhecida pelas aulas exclusivas sobre o sistema Java, com unidades fixas em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília.

O curso foi ministrado em quatro módulos. O primeiro “Java e Orientação a Objetos” teve como tutor o professor Rafael Rollo; o segundo “Java para Desenvolvimento Web”, foi ministrado pela professora Ana Lonask; o terceiro “Persistência com JPA”, ficou sob a responsabilidade do professor Cássio Almeida; e o quinto e último “Web rica com JSF 2 Primefaces 4 e CDI” pelo professor Márcio Shibao.

custo_ditec_tjac_2

As aulas foram ministradas no laboratório de informática da Escola do Poder Judiciário (Esjud), onde também ocorreu o ato de encerramento, com a entrega de certificado de conclusão. O curso contou com 14 participantes, sendo 12 inscritos e 2 ouvintes.

Participantes inscritos

Manoel de Souza Silva Lima

Igor Carneiro Oliveira

Rafael Vasconcelos do Nascimento

Samuel Braz de Araújo

Neyvo Pinheiro de Souza

Robison Luiz Fernandes

Shandler Menezes Gama

Neill Alexandre Aguiar

Jesse Azevedo Drumond

Juceir Rocha de Souza

Raimundo José da Costa Rodrigues

Jefferson Mendonça Lima

Ouvintes

Jader Sousa Santos

Nivaldo Rodrigues da Silva

Sistemas próprios

Por determinação da Presidência do TJAC, a Diretoria de Tecnologia da Informação (Ditec), na pessoa do diretor Raimundo José, implantou uma sala exclusiva para desenvolvimento de software, com equipe composta por sete técnicos.

O diretor destacou a atenção especial que tem sido dada pela atual gestão à Ditec, vista, segundo ele, como prioridade, e “dando todas as condições para que o trabalho seja realizado da melhor forma possível”;

Para o supervisor da equipe de Desenvolvimento do TJAC, Igor Oliveira, o Curso de Java se constitui numa importante ferramenta de nivelamento profissional e vai ajudar significativamente no trabalho de desenvolvimento de programas próprios pelo Tribunal.

A Ditec funciona no anexo II do TJAC, e dentre suas muitas atribuições, é responsável pelos serviços de suporte técnico; segurança da informação e acesso a internet; desenvolvimento. Suporte ao SAJ 1º e 2º Graus; suporte ao ERP e Malote Digital.

Postado em: Notícias | Tags:

Fonte: Ex. DIINS - Diretoria de Informação institucional Atualizado em 10/06/2016