TJAC institui Núcleo Socioambiental Permanente

O NUSAP é responsável pelo gerenciamento das questões socioambientais, promoção e coordenação das ações focadas no consumo consciente e sustentável

O Conselho da Justiça Estadual (COJUS) instituiu, no âmbito do Poder Judiciário do Estado do Acre, o Núcleo Socioambiental Permanente do Tribunal de Justiça do Estado do Acre (NUSAP). O núcleo, atende a Resolução Nº 201/2015 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que trata de ato normativo que contém aspectos teóricos e práticos visando a promoção da sustentabilidade ambiental, econômica e social, por meio da criação de unidades ou núcleos socioambientais e implantação do Plano de Logística Sustentável.

Responsável pelo gerenciamento das questões socioambientais, promoção e coordenação das ações focadas no consumo consciente e sustentável, o NUSAP, coordenado pela desembargadora Waldirene Cordeiro, tem avançado nas questões de política ambiental dentro do Poder Judiciário Acreano e já apresentado resultados positivos nacionalmente.

O mais recente, por exemplo, é ter conseguido alcançar a segunda colocação no desempenho de ações socioambientais, no Prêmio CNJ de Qualidade 2019. O TJAC, em 2018, estava em 58º lugar. Para a classificação, foi feita uma análise conjunta de dados de consumo de papel, água, esgoto, copos descartáveis e de gastos com telefonia, limpeza e reformas, entre outros.

Com a criação do NUSAP, o TJAC promove várias ações socioambientais no intuito de conscientizar magistrados, servidores e jurisdicionados sobre as causas ambientais. Além de atividades de conscientização, há as de execuções como, por exemplo, a criação da Horta Compartilhada, que neste ano deve ser ampliada com a Horta Medicinal; a Biblioteca Compartilhada; a retirada gradual de copos de descartáveis nas unidades para adesão ao uso de canecas; os coletores de pilhas e baterias, reciclagem para decorações e ainda o início dos serviços no ‘Bosque da Justiça’, localizado na parte posterior da sede do TJAC, onde será utilizado para atividades sustentáveis de educação ambiental, cultura e lazer, entre diversas outras ações.

A Resolução Nº 43/2020, que institui o NUSAP, foi publicada na edição de segunda-feira, 20, do Diário da Justiça Eletrônico, e incumbe a coordenadoria a apresentar à Presidência, até o dia 19 de dezembro de cada ano, relatório circunstanciado dos trabalhos realizados, mencionando os resultados obtidos e dificuldades havidas na execução das leis e regulamentos.

Postado em: Galeria, Notícias | Tags:,

Fonte: Atualizado em 21/07/2020